MUD ORAL

4462 | Laboratório MOMENTA

Descrição

Princípio ativo: Triancinolona,
Ação Terapêutica: Outros medicamentos odontológicos

Composição

Cada grama de MUD ORAL (triancinolona acetonida) contém: triancinolona acetonida 1 mg, excipientes q.s.p. 1 g. Excipientes: pectina, hietelose, petrolato branco e polietileno.

Apresentação

Embalagem contendo 1 bisnaga de 10 g.
USO ADULTO.

Indicações

MUD ORAL (triancinolona acetonida) pomada bucal é indicado para o tratamento auxiliar e para o alívio temporário de sintomas associados com lesões inflamatórias orais e lesões ulcerativas resultantes de trauma.

Dosagem

Posologia
Aplicar uma pequena quantidade (cerca de 6 mm) de MUD ORAL (triancinolona acetonida) pomada bucal ao deitar, a fim de permitir ao esteróide entrar em contato com a lesão durante a noite. Dependendo da gravidade dos sintomas pode ser necessário aplicar a pomada bucal 2 a 3 vezes ao dia, de preferência após as refeições. Se não ocorrerem reparo e regeneração significativos em 7 dias, aconselha-se outras investigações.
Modo de Uso
Aplicar uma pequena quantidade (cerca de 6 mm) de MUD ORAL (triancinolona acetonida) pomada bucal, sem esfregar, sobre a lesão até que se desenvolva uma película fina. Pode ser necessária quantidade maior para cobrir algumas lesões.
Para conseguir ótimos resultados, usar apenas o suficiente para cobrir a lesão com uma película fina e não esfregar. A tentativa de espalhar esse produto pode resultar numa sensação granular e arenosa e causar a desagregação do produto.
Entretanto, após a aplicação do produto, desenvolve-se uma película lisa e escorregadia.

Contra-indicações

O uso deste medicamento é contraindicado em caso de hipersensibilidade conhecida à triancinolona acetonida e/ou demais componentes da formulação. Como contém um corticosteróide, este medicamento é contraindicado na presença de infecções fúngicas, virais ou bacterianas da boca ou garganta.

Reações Adversas

Reações adversas e alterações de exames laboratoriais
A administração prolongada do produto pode conduzir a reações adversas conhecidas de ocorrerem com preparações esteróides sistêmicas; por exemplo, supressão adrenal, alteração do metabolismo de glicose, catabolismo de proteínas, ativações da úlcera péptica e outras.
Essas são usualmente reversíveis e desaparecem quando o hormônio é descontinuado.

Precauções

Não foi estabelecido o uso seguro deste medicamento durante a gravidez, quanto a possíveis reações adversas no desenvolvimento do feto; portanto, este medicamento não deve ser usado em mulheres com potencial de engravidar e, particularmente, durante o início da gravidez, a não ser que, no julgamento do médico ou dentista o benefício potencial exceda os possíveis riscos.
CATEGORIA C NA GRAVIDEZ: ESTE MEDICAMENTO NÃO DEVE SER UTILIZADO POR MULHERES GRÁVIDAS SEM ORIENTAÇÃO MÉDICA OU DO CIRURGIÃO-DENTISTA.
Pacientes com tuberculose, ulcera péptica ou diabetes mellitus não devem ser tratados com qualquer corticosteróide sem o conselho do médico. Deve-se ter em mente que as respostas normais de defesa dos tecidos orais são diminuídas em pacientes recebendo terapia corticosteróide tópica. Cepas virulentas de microorganismos orais podem ser multiplicadas sem produzir os sintomas de advertência usuais de infecções orais. A pequena quantidade de esteróide liberada, quando a preparação é usada conforme recomendado, torna muito improvável a ocorrência dos efeitos sistêmicos; entretanto, existe uma possibilidade, quando as preparações corticosteróide tópicas são usadas durante um período prolongado de tempo.
Caso desenvolva sensibilização ou irritação, a preparação deve ser descontinuada e instituída terapia apropriada.
Se não ocorrerem regeneração significativa ou reparação dos tecidos orais em 7 dias, é aconselhável investigação adicional na lesão oral.

Interação com outros medicamentos

Não há relatos na literatura de interação medicamentosa com o produto.

Superdose

Desde que não há um antídoto específico e a ocorrência de eventos adversos é improvável, o tratamento consiste na diluição por meio de fluidos.

Informação técnica

Características
Este medicamento é uma pomada homogênea de coloração marrom, com aspecto arenoso. MUD ORAL (triancinolona acetonida) é um corticosteróide sintético que possui ação antiinflamatória, antipruriginosa e antialérgica. A base da pomada bucal atua como um veículo adesivo para aplicar a medicação ativa aos tecidos orais. O veículo proporciona uma cobertura protetora que pode servir para reduzir temporariamente a dor associada com irritação oral.

Farmacocinética

Características
Este medicamento é uma pomada homogênea de coloração marrom, com aspecto arenoso. MUD ORAL (triancinolona acetonida) é um corticosteróide sintético que possui ação antiinflamatória, antipruriginosa e antialérgica. A base da pomada bucal atua como um veículo adesivo para aplicar a medicação ativa aos tecidos orais. O veículo proporciona uma cobertura protetora que pode servir para reduzir temporariamente a dor associada com irritação oral.

Dizeres legais

Venda sob prescrição médica OU ODONTOLÓGICA.
M.S.: 1.0043.1027

Medicamentos relacionados com MUD ORAL

Indicado para o tratamento de:

Publicidade

Outros medicamentos MOMENTA

iVademecum © 2016 - 2019.

Politica de Privacidade
Disponible en Google Play