DIMETILIV MAX

3897 | Laboratório EMS

Descrição

Princípio ativo: Dimeticona,
Ação Terapêutica: Antiflatulentos

Composição

Cada cápsula contém: dimeticona (simeticona) 125 mg. excipiente* q.s.p. 1 cáp *(gelatina, essência de menta, glicerol, metilparabeno, propilparabeno,corante azul brilhante, água purificada).

Apresentação

Cápsulas gelatinosas: Caixa contendo 10 cápsulas.
Uso Adulto
Uso oral

Indicações

Dimetiliv-MAX é indicado no caso de excesso de gases no aparelho gastrintestinal, constituindo incômodo, motivo de dores ou cólicas intestinais, tais como: meteorismo, eructação, borborígmo, aerofagia, pós-operatório e convalescença, distúrbios fermentativos intestinais, é indicado ainda no preparo intestinal dos pacientes para radiografia do abdômen para reduzir o número de bolhas no trato gastrointestinale sombras. Similarmente, a preparação para colonoscopia e gastroscopia envolve a administração de dimeticona, que, por sua ação anti-espumante, melhora a visibilidade, como resultado da redução da presença de bolhas no cólon que podem dificultar a detecção de lesões na mucosa do trato gastrintestinal.

Dosagem

Dimetiliv-MAX pode ser administrado 4 vezes ao dia, após as refeições e ao deitar, ou quando necessário. Não é recomendada a ingestão de mais de 500mg (4 cápsulas) de Dimetiliv-MAX por dia.

Contra-indicações

Dimetiliv-MAX é contra-indicado para pacientes com hipersensibilidade a qualquer um dos componentes da fórmula.

Reações Adversas

Dimetiliv-MAX é fisiologicamente inerte e desprovido de toxicidade. Após administração oral é eliminado de forma inalterada pelas fezes.

Superdose

Não se espera que ocorram sintomas conseqüentes da superdose de dimeticona, pois este fármaco não é absorvido. Caso ocorra ingestão excessiva, o paciente deve ser observado e medidas adequadas de suporte devem ser consideradas, se necessário.
PACIENTE IDOSOS
Não há relatos na literatura sobre recomendações e advertências do uso deste produto por pacientes idosos.
SIGA CORRETAMENTE O MODO DE USAR. NÃO DESAPARECENDO OS SINTOMAS PROCURE ORIENTAÇÃO MÉDICA.

Informação técnica

CARACTERÍSTICAS
Dimetiliv-MAX, cujo componente ativo é a dimeticona, é um silicone antiespumante com ação antiflatulenta, que alivia o mal-estar gástrico causado pelo excesso de gases.
A dimeticona não é absorvida, portanto apresenta ação local. Desta forma, estudos de farmacocinética são inviáveis com a droga, cujo mecanismo de ação foi demonstrado in vitro em alguns estudos.
Dimetiliv-MAX (dimeticona) reduz a tensão superficial das bolhas de ar presentes no trato gastrointestinal, permitindo que as mesmas se desfaçam ou que formem uma grande massa de ar a qual é expelida facilmente por meio de eructações ou flatos.
Um estudo realizado por Brecevic L, Bosan-Kilibarda I e Strajnar F demonstrou o mecanismo de ação da dimeticona in vitro. O efeito da dimeticona sobre sistemas espumantes contendo suco gástrico sintético e uma substância ativa formadora de espuma (solução de sabão, tensoativo aniônico e catiônico) foi quantificado medindo-se a tensão superficial, estabilidade da espuma e densidade inicial da espuma. O efeito da dimeticona em cada um dos sistemas examinados foi resultado da combinação de duas ações: a drenagem do líquido a partir do filme de espuma e a ruptura de filmes de líquidos relativamente finos, auxiliadas pelas partículas hidrofóbicas de sílica levando à ruptura da superfície do líquido e liberação do ar.

Farmacocinética

CARACTERÍSTICAS
Dimetiliv-MAX, cujo componente ativo é a dimeticona, é um silicone antiespumante com ação antiflatulenta, que alivia o mal-estar gástrico causado pelo excesso de gases.
A dimeticona não é absorvida, portanto apresenta ação local. Desta forma, estudos de farmacocinética são inviáveis com a droga, cujo mecanismo de ação foi demonstrado in vitro em alguns estudos.
Dimetiliv-MAX (dimeticona) reduz a tensão superficial das bolhas de ar presentes no trato gastrointestinal, permitindo que as mesmas se desfaçam ou que formem uma grande massa de ar a qual é expelida facilmente por meio de eructações ou flatos.
Um estudo realizado por Brecevic L, Bosan-Kilibarda I e Strajnar F demonstrou o mecanismo de ação da dimeticona in vitro. O efeito da dimeticona sobre sistemas espumantes contendo suco gástrico sintético e uma substância ativa formadora de espuma (solução de sabão, tensoativo aniônico e catiônico) foi quantificado medindo-se a tensão superficial, estabilidade da espuma e densidade inicial da espuma. O efeito da dimeticona em cada um dos sistemas examinados foi resultado da combinação de duas ações: a drenagem do líquido a partir do filme de espuma e a ruptura de filmes de líquidos relativamente finos, auxiliadas pelas partículas hidrofóbicas de sílica levando à ruptura da superfície do líquido e liberação do ar.

Dizeres legais

Reg. M.S. N° 1.0235.0547.

Indicado para o tratamento de:

Publicidade

iVademecum © 2016 - 2019.

Politica de Privacidade
Disponible en Google Play