VITERGYL C

1785 | Laboratório CIFARMA

Descrição

Princípio ativo: Ascórbico, ácido,
Ação Terapêutica: Vitaminas, minerais e oligoelementos

Composição

Cada comprimido efervescente de VITERGYL C 2 g contém: ácido ascórbico (vitamina C) 2 g. Excipientes q.s.p. 1 comprimido (sacarina sódica, ciclamato de sódio, bicarbonato de sódio, sacarose, óleo mineral, dimeticona, ácido cítrico, macrogol, benzoato de sódio, álcool etílico, água deionizada, corante amarelo crepúsculo e essência de laranja). %IDR: Ingestão diária recomendada. Adultos: 8888%
Cada comprimido efervescente de VITERGYL C 1 g contém: ácido ascórbico (vitamina C) 1 g. Excipientes q.s.p. 1 comprimido (bicarbonato de sódio, ácido cítrico, macrogol, sorbitol, sacarina sódica, corante amarelo crepúsculo, aroma de laranja, ciclamato de sódio, carbonato de sódio e benzoato de sódio).
%IDR: Ingestão diária recomendada. Adultos: 2222%
Cada comprimido de VITERGYL C 500 mg contém: ácido ascórbico (vitamina C) 500 mg. Excipientes q.s.p. 1 comprimido (celulose microcristalina, talco, estearato de magnésio e dióxido de silício). %IDR: Ingestão diária recomendada.Adultos: 2222%
Cada mL de VITERGYL C solução oral/gotas* contém: ácido ascórbico (vitamina C). 200 mg. Excipientes q.s.p. 1 mL (metilparabeno, propilparabeno, álcool etílico, sacarina sódica, ciclamato de sódio, glicerol, edetato de sódio, metabissulfito de sódio, sorbitol, hidróxido de sódio, corante caramelo, essência de caramelo e água purificada). * 1 mL equivale a 20 gotas. %IDR: Ingestão diária recomendada. Recém-nascidos: 120% Lactentes: 0 a 6 meses - 400% / 7 a 11 meses - 333% Crianças: 1 a 6 anos - 1000% / 7 a 10 anos - 857% Adultos: 1111%

Apresentação

VITERGYL C comprimidos efervescentes - Embalagem contendo 1 tubo com 10 comprimidos efervescentes de 2 g.
USO ADULTO.
USO ORAL.
VITERGYL C
comprimidos efervescentes - Embalagem contendo 1ou 3 tubos com 10 comprimidos efervescentes de 1 g.*
USO ADULTO E PEDIÁTRICO ACIMA DE 12 ANOS.
VITERGYL C
comprimidos - Embalagem contendo 20 comprimidos de 500 mg.*
USO ADULTO E PEDIÁTRICO ACIMA DE 12 ANOS.
VITERGYL C
solução oral/gotas - Embalagem contendo 1 frasco de 20 mL.**
USO ADULTO E PEDIÁTRICO.
USO ORAL.

Indicações

A suplementação com vitamina C é recomendada nos seguintes casos: prevenção de gripes e resfriados; períodos de maior risco para doenças infecciosas; infecção prolongada e febre, terapia adjuvante de doenças crônicas ou graves, escaras, asma, diabetes mellitus; fumantes ativos e passivos, exposição à poluição ambiental; cicatrização de feridas, cirurgia, extração dentária; recém-nascidos a termo e prematuros; distúrbios do desenvolvimento dos ossos e dentes; doenças intestinais, absorção prejudicada e gastrectomia; antibioticoterapia ou uso de anticonceptivos e barbitúricos; escorbuto ou estado pré-escorbuto, sangramento das gengivas e doenças periodontais.

Dosagem

VITERGYL C solução oral/gotas: é recomendado como suplemento vitamínico para recém-nascidos e prematuros na dosagem de 1 a 3 gotas ao dia. Para lactentes a dose recomendada é de 100mg (10 gotas) ao dia, enquanto para crianças maiores recomenda-se a utilização diária de 200mg (20 gotas). VITERGYL C comprimidos efervescentes de 1g e 2g: a dose recomendada para adultos é de 1 a 2 comprimidos ao dia ou segundo critério médico. O comprimido efervescente deverá ser dissolvido em um copo com água. VITERGYL C comprimidos de 500mg: a dose diária recomendada é de 1 a 2 comprimidos ao dia, ou segundo critério médico. O comprimido deverá ser ingerido com um pouco do líquido, sem mastigar.

Contra-indicações

O uso de ácido ascórbico é contra-indicado em pacientes com nefrolitíase hipercorsúrica por oxalato de cálcio, na insuficiência renal, nos casos de hipersensibilidade ao ácido ascórbico e quaisquer outros componentes da formulação.

Reações Adversas

Reações alérgicas e idiossincráticas não são possíveis de ocorrer quando do uso adequado de vitaminas. O ácido ascórbico é usualmente bem tolerado. Doses grandes podem causar diarréia e outros distúrbios gastrintestinais. Há relatos de que doses elevadas de ácido ascórbico podem resultar em hiperoxalúria e na formação de cálculos renais pela excreção excessiva de oxalato. O ácido ascórbico deve, portanto, ser usado com cautela em pacientes com hiperoxalúria.

Interação com outros medicamentos

Os contraceptivos orais reduzem os níveis de vitamina C no corpo através de oxidação, presumivelmente por meio de um nível aumentado de ceruloplasmina. Corticosteróides aumentam a oxidação da vitamina C. A calcitonina aumenta a velocidade da utilização da vitamina C. Os salicilatos inibem o transporte ativo através da parede intestinal. A tetraciclina inibe o metabolismo e reabsorção intracelular dos túbulos renais. O ácido acetilsalicílico, os barbitúricos e a tetraciclina aumentam a excreção de vitamina C na urina. A vitamina C promove a diminuição das concentrações séricas da flufenazina e a redução de sua ação. Nos estados de deficiência de ferro, a vitamina C favorece a absorção de ferro. O uso de ácido ascórbico com varfarina pode ocasionar um aumento do tempo de protrombina. A vitamina B12 pode ter sua atividade reduzida. A desferoxamina tem sua atividade diminuída e potenciados os efeitos tóxicos do ferro.

Superdose

Ainda não foram descritos sintomas de intoxicação. Altas doses podem causar diarréia e outros distúrbios gastrintestinais. Há relatos de que doses elevadas de ácido ascórbico podem resultar em hiperoxalúria e na formação de cálculos renais pela excreção excessiva de oxalato. A tolerância pode ser induzida com o uso prolongado de grandes doses, resultando em sintomas de deficiência quando a ingestão é reduzida ao normal. A ingestão de megadoses de ácido ascórbico pela mãe pode resultar em escorbuto de rebote no filho. Doses elevadas de ácido ascórbico têm resultado em hemólise em pacientes com deficiência de glucose-6-fosfato desidrogenase (G6PD).

Dizeres legais

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA.
Reg M.S.: 1.1560.0161.

Indicado para o tratamento de:

Publicidade

iVademecum © 2016 - 2019.

Politica de Privacidade
Disponible en Google Play