FLORATIL

4611 | Laboratório MERCK

Descrição

Ação Terapêutica: Antidiarreicos

Composição

FLORATIL®100 mg
Cada cápsula contém: 100 mg de Saccharomyces boulardii- 17 liofilizado (100 mg de liofilizado contêm cerca de 2 x 108 células de Saccharomyces boulardii- 17) e excipientes (estearato de magnésio, lactose e sacarose).
FLORATIL®200 mg
Cada cápsula contém: 200 mg de Saccharomyces boulardii- 17 liofilizado (200 mg de liofilizado contêm cerca de 4 x 108 células de Saccharomyces boulardii- 17) e excipientes (estearato de magnésio, lactose e sacarose).

Apresentação

FLORATIL®100 mg - cápsulas- Embalagem contendo 12 cápsulas.
FLORATIL®200 mg - cápsulas- Embalagem contendo 6 cápsulas.
USO ORAL - ADULTO E PEDIÁTRICO

Indicações

FLORATIL® (100 e 200 mg) está indicado como adjuvante:
- No tratamento da diarréia produzida por Clostridium difficile, por antibioticoterapia ou quimioterapia.
- Na restauração da flora intestinal fisiológica.

Dosagem

FLORATIL® 100 mg - cápsulas
- Nas alterações agudas da flora intestinal e na diarréia por Clostridium difficile: duas cápsulas, duas vezes ao dia.
- Nas alterações crônicas da flora intestinal: uma cápsula duas vezes ao dia.
As cápsulas devem ser ingeridas inteiras, sem mastigar, com um pouco de líquido. Em caso de necessidade (crianças ou pacientes com dificuldades de engolir), abrir as cápsulas e misturar seu conteúdo a líquidos ou alimentos semi-sólidos. Não adicionar o produto a líquidos ou alimentos quentes (acima de 60°C) ou gelados, assim como a bebidas alcoólicas.
O preparado deve ser administrado, de preferência, em jejum ou meia hora antes das refeições.
No caso de pacientes sob tratamento com antibióticos e quimioterápicos, administrar FLORATIL® (100 e 200 mg) um pouco antes desses agentes.
FLORATIL®200 mg - cápsulas
- Nas alterações agudas da flora intestinal e na diarréia por Clostridium difficile: uma cápsula, duas vezes ao dia.
- Nas alterações crônicas da flora intestinal: uma cápsula uma vez ao dia.
O conteúdo das cápsulas deve ser misturado a pequenas quantidades de líquidos ou alimentos semi-sólidos. Não adicionar o produto a alimentos ou líquidos quentes (acima de 60°C) ou gelados, assim como a bebidas alcoólicas.
O preparado deve ser administrado, de preferência, em jejum ou meia hora antes das refeições.
No caso de pacientes sob tratamento com antibióticos e quimioterápicos, administrar FLORATIL® (100 e 200 mg) um pouco antes desses agentes.
Após a abertura das cápsulas, FLORATIL® (100 e 200 mg) deve ser imediatamente ingerido, pois o contato com o ar e a umidade alteram o prazo de validade dos produtos.
A posologia de FLORATIL® (100 e 200 mg) pode ser alterada a critério médico. Na maioria dos casos, são suficientes dois a três dias de tratamento. Se os sintomas persistirem após cinco dias, deve-se rever o diagnóstico e modificar a terapia.

Contra-indicações

Não são conhecidas, até o momento, condições que contra-indiquem o uso de FLORATIL® (100 e 200 mg), excetuando eventuais hipersensibilidades a qualquer um dos excipientes.

Reações Adversas

Não são conhecidos, até o momento, relatos sobre a ocorrência de reações adversas decorrentes do uso de FLORATIL® (100 e 200 mg).
Em algumas crianças ou lactentes, pode-se observar o odor de fermento nas fezes, sem qualquer significado nocivo.

Precauções

Por ser produto não absorvido, portanto desprovidos de ações sistêmicas, desconhecem-se restrições ao uso de FLORATIL® (100 e 200 mg), que pode ser empregado também em gestantes, mulheres que estejam amamentando e lactentes.
Os produtos não podem ser ingeridos juntamente com bebidas alcoólicas.

Interação com outros medicamentos

Uma vez que seu princípio ativo é um levedo (Saccharomyces boulardii- 17), FLORATIL® (100 e 200 mg) não deve ser administrado juntamente com agentes fungistáticos e fungicidas, como os poliênicos e os derivados do imidazol, que poderiam inativar o produto, reduzindo ou anulando seu efeito terapêutico.

Superdose

Em estudos de toxicologia animal, não foi possível determinação da DL50, mesmo empregando-se doses muito superiores às indicadas para o homem.

Informação técnica

Características
FLORATIL® (100 e 200 mg) é preparado biológico cujo princípio ativo é o levedo Saccharomyces boulardii-17, que foi isolado de frutas silvestres tropicais. É um microrganismo vivo, resistente à ação dos sucos gástrico, entérico e pancreático, assim como à da bile, antibióticos e quimioterápicos.
FLORATIL® (100 e 200 mg) beneficia o desenvolvimento da flora intestinal fisiológica, impedindo a proliferação dos germes potencialmente nocivos ao tubo digestivo.
Diversas propriedades do Saccharomyces boulardii- 17 contribuem para explicar o efeito terapêutico de FLORATIL® (100 e 200 mg):
- Antagonismo microbiano - pode-se demonstrar in vitroque o Saccharomyces boulardii- 17 inibe o crescimento de diferentes agentes patogênicos, tais como Proteus, Escherichia coli, Shigella, Salmonella, Pseudomonas, Staphylococcuse Candida albicans. Foi também demonstrada inibição in vivodo desenvolvimento desse último microrganismo.
- Síntese de vitaminas do complexo B - produção de tiamina, riboflavina, ácido pantotênico, piridoxina e ácido nicotínico.
- Aumento da atividade enzimática - o tratamento oral de voluntários humanos e ratos, com Saccharomyces boulardii- 17, está relacionado com aumento acentuado na atividade das dissacaridases (sacarase, lactase e maltase). A ação do Saccharomyces boulardii- 17 nas alterações infecciosas da flora intestinal, ao que tudo indica, está associada ao seu efeito antagônico direto, à estimulação do antagonismo biológico das bactérias Colinão-patogênicas e às propriedades metabólicas do levedo que, administrado em concentrações elevadas, impede o desenvolvimento de populações bacterianas anormalmente proliferadas, restabelecendo o equilíbrio da flora normal.
Essa ação antagônica do Saccharomyces boulardii- 17 sobre microrganismos patogênicos, como o Clostridium difficile, pode explicar, ainda, sua ação sobre a diarréia que surge em decorrência da antibioticoterapia.

Farmacocinética

Características
FLORATIL® (100 e 200 mg) é preparado biológico cujo princípio ativo é o levedo Saccharomyces boulardii-17, que foi isolado de frutas silvestres tropicais. É um microrganismo vivo, resistente à ação dos sucos gástrico, entérico e pancreático, assim como à da bile, antibióticos e quimioterápicos.
FLORATIL® (100 e 200 mg) beneficia o desenvolvimento da flora intestinal fisiológica, impedindo a proliferação dos germes potencialmente nocivos ao tubo digestivo.
Diversas propriedades do Saccharomyces boulardii- 17 contribuem para explicar o efeito terapêutico de FLORATIL® (100 e 200 mg):
- Antagonismo microbiano - pode-se demonstrar in vitroque o Saccharomyces boulardii- 17 inibe o crescimento de diferentes agentes patogênicos, tais como Proteus, Escherichia coli, Shigella, Salmonella, Pseudomonas, Staphylococcuse Candida albicans. Foi também demonstrada inibição in vivodo desenvolvimento desse último microrganismo.
- Síntese de vitaminas do complexo B - produção de tiamina, riboflavina, ácido pantotênico, piridoxina e ácido nicotínico.
- Aumento da atividade enzimática - o tratamento oral de voluntários humanos e ratos, com Saccharomyces boulardii- 17, está relacionado com aumento acentuado na atividade das dissacaridases (sacarase, lactase e maltase). A ação do Saccharomyces boulardii- 17 nas alterações infecciosas da flora intestinal, ao que tudo indica, está associada ao seu efeito antagônico direto, à estimulação do antagonismo biológico das bactérias Colinão-patogênicas e às propriedades metabólicas do levedo que, administrado em concentrações elevadas, impede o desenvolvimento de populações bacterianas anormalmente proliferadas, restabelecendo o equilíbrio da flora normal.
Essa ação antagônica do Saccharomyces boulardii- 17 sobre microrganismos patogênicos, como o Clostridium difficile, pode explicar, ainda, sua ação sobre a diarréia que surge em decorrência da antibioticoterapia.

Dizeres legais

- SIGA CORRETAMENTE O MODO DE USAR. NÃO DESAPARECENDO OS SINTOMAS, PROCURE ORIENTAÇÃO MÉDICA.
M.S. 1.0089.0090
FLORATILMERCKPó oralSaccharomyces boulardiiAntidiarréico. Uso oral. Uso adulto e pediátrico.

Indicado para o tratamento de:

Publicidade

iVademecum © 2016 - 2020.

Politica de Privacidade
Disponible en Google Play