HIFLUX

4175 | Laboratório FARMASA

Descrição

Princípio ativo: Acebrofilina,
Ação Terapêutica: Antiasmáticos e broncodilatadores

Composição

Xarope Pediátrico- cada mL do xarope contém 5 mg de acebrofilina. Excipientes: sorbitol, metilparabeno, propilparabeno, aroma de groselha, ciclamato de sódio, ácido cítrico, água purificada. Xarope Adulto- cada mL do xarope contém 10 mg de acebrofilina. Excipientes: sorbitol, metilparabeno, propilparabeno, aroma de morango, aroma de groselha, ciclamato de sódio, ácido cítrico, água purificada.

Apresentação

HIFLUX (acebrofilina) é apresentado em frasco contendo 60 e 120 mL + copo medida e em flaconete contendo 10 mL.

Indicações

HIFLUX (acebrofilina)é indicado como broncodilatador, mucolítico e expectorante. Para o tratamento sintomático das patologias agudas e crônicas do aparelho respiratório caracterizadas por fenômenos de hipersecreção, traqueobronquites, rinofaringites, laringotraqueítes, pneumoconioses e bronquiectasias, bem como nas patologias pulmonares acompanhadas de broncoespasmo, tais como: bronquite aguda, bronquite obstrutiva ou asmatiforme, asma brônquica e enfisema pulmonar.

Dosagem

Crianças - xarope pediátrico (25 mg/5mL): 1 a 3 anos: 2 mg/kg/dia do xarope pediátrico dividido em 2 tomadas; 3 a 6 anos: 5,0 mL do xarope pediátrico duas vezes ao dia; 6 a 12 anos: 10 mL do xarope pediátrico duas vezes ao dia. Adultos - xarope (50 mg/5mL): 10 mL do xarope duas vezes ao dia.

Contra-indicações

ESTE MEDICAMENTO É CONTRA-INDICADO EM CASOS DE RECONHECIDA HIPERSENSIBILIDADE AO PRINCÍPIO ATIVO OU A OUTROS DERIVADOS DA XANTINA E EM CASOS DE HIPERTENSÃO.

Reações Adversas

RELATOS DE DESCONFORTO GASTRINTESTINAL (NÁUSEA) E, OCASIONALMENTE, TONTURAS. A INTERRUPÇÃO DO MEDICAMENTO CONDUZ AO RÁPIDO DESAPARECIMENTO DESTES SINTOMAS.

Interação com outros medicamentos

A acebrofilina interage com outros derivados da xantina e com betabloqueadores.

Superdose

Em caso de superdosagem, não ocorrendo convulsões, recomenda-se induzir o vômito ou utilizar um agente laxante ou carvão ativo. Em caso de convulsão, deve-se assegurar a manutenção da respiração e administrar oxigênio e diazepam por via I.V. Monitorar a pressão arterial e hidratar o paciente.

Informação para o paciente

Ação esperada do medicamento: HIFLUX (acebrofilina) tem ação broncodilatadora, mucorreguladora e expectorante. Cuidados de armazenamento: o produto deve ser mantido à temperatura ambiente (entre 15° e 30°C). Proteger da luz. Prazo de validade: vide cartucho. NUNCA USE MEDICAMENTO COM O PRAZO DE VALIDADE VENCIDO. Gravidez e lactação: Informe seu médico a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após o seu término. Informar ao médico se está amamentando. Cuidados de administração: Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento. Interrupção do tratamento: Não interromper o tratamento sem o conhecimento do seu médico. Reações adversas: Informe seu médico o aparecimento de reações desagradáveis, tais como náuseas ou tontura. TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS. Ingestão concomitante com outras substâncias: a administração concomitante comoutros medicamentos só deve ser feita sob orientação médica. Contra-indicações e Precauções: HIFLUX (acebrofilina) é contra-indicado em pacientes com reconhecida hipersensibilidade à droga ou a outros derivados da xantina e em casos de hipertensão. O produto deve ser usado com cautela em pacientes que apresentam cardiopatias, hipertensão, hipoxemia severa e úlcera péptica. Informe seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início, ou durante o tratamento. NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO, PODE SER PERIGOSO PARA A SAÚDE.

Informação técnica

DESCRIÇÃO. A acebrofilina é uma molécula que possui ação broncodilatadora, mucorreguladora e expectorante. MODO DE AÇÃO. A acebrofilina possui vários mecanismos pelo qual exerce seu efeito terapêutico. Atua fragmentando e desagregando a organização filamentosa do muco, de forma a diminuir sua viscosidade e adesividade e tornando as secreções do aparelho respiratório mais fluidas. A acebrofilina estimula a síntese e secreção do surfactante alveolar, favorece a expulsão das secreções bronquiais melhorando, portanto, a capacidade de ventilação. Por sua ação broncodilatadora, inibe o broncoespasmo, a dispnéia e os sibilos, melhorando a função respiratória com o aumento do fluxo respiratório. FARMACOCINÉTICA. HIFLUX (acebrofilina) é administrado por via oral em crianças e indivíduos adultos e sadios, proporciona altas concentrações do princípio ativo no plasma, persistindo por algumas horas. A meia-vida plasmática varia de 3 a 5 horas após a administração oral.

Farmacocinética

DESCRIÇÃO. A acebrofilina é uma molécula que possui ação broncodilatadora, mucorreguladora e expectorante. MODO DE AÇÃO. A acebrofilina possui vários mecanismos pelo qual exerce seu efeito terapêutico. Atua fragmentando e desagregando a organização filamentosa do muco, de forma a diminuir sua viscosidade e adesividade e tornando as secreções do aparelho respiratório mais fluidas. A acebrofilina estimula a síntese e secreção do surfactante alveolar, favorece a expulsão das secreções bronquiais melhorando, portanto, a capacidade de ventilação. Por sua ação broncodilatadora, inibe o broncoespasmo, a dispnéia e os sibilos, melhorando a função respiratória com o aumento do fluxo respiratório. FARMACOCINÉTICA. HIFLUX (acebrofilina) é administrado por via oral em crianças e indivíduos adultos e sadios, proporciona altas concentrações do princípio ativo no plasma, persistindo por algumas horas. A meia-vida plasmática varia de 3 a 5 horas após a administração oral.

Indicado para o tratamento de:

Publicidade

iVademecum © 2016 - 2019.

Politica de Privacidade
Disponible en Google Play