SULGLIC

1565 | Laboratório EMS

Descrição

Princípio ativo: Glicosamina,
Ação Terapêutica: Terapêutica da artrose e reumatismos

Composição

Cada sachê contém: sulfato de glicosamina sódica* 1,884 g. excipiente** q.s.p. 3,95 g. *equivalente a 1,5 g de sulfato de glicosamina. ** sorbitol, ácido cítrico, macrogol e aspartamo. Atenção fenilcetonúricos: contém fenilalanina.

Apresentação

Pó para solução oral. Embalagens com 4, 7, 10, 15, 30 ou 50 saches de dose única.
Embalagem fracionável com 20 saches.
Embalagem hospitalar com 100 saches.
USO ORAL
USO ADULTO

Indicações

É indicado no tratamento de artrose primária e secundária, osteocondrose, espondilose, condromalacia de rótula, periartrite escápulo-humeral.

Dosagem

1 sachê por dia, dissolvido em um copo com água.
Duração do tratamento: a critério médico.

Contra-indicações

Sulglic é contraindicado em pacientes com hipersensibilidade a glicosamina ou a qualquer outro componente da fórmula.

Reações Adversas

Os efeitos colaterais mais comuns são de origem gastrointestinal, de intensidade leve a moderada, consistindo em desconforto gástrico, diarréia, náusea, prurido e cefaléia.
Reações hematológicas: não foram observadas alterações clínicas significativas durante os estudos.
Testes laboratoriais: não se observam diferenças significativas nos valores médios nem nos dados individuais das provas laboratoriais e constantes vitais.

Precauções

Informar ao médico cas esteja utilizando outros medicamentos.
Não deve ser utilizado durante a gravidez, lactação ou em casos de fenilcetonúria.
Atenção fenilcetonúricos: contém fenilalanina.

Interação com outros medicamentos

A administração oral de sulfato de glicosamina pode favorecer a absorção gastrointestinal de tetraciclinas e reduzir a de penicilina e cloranfenicol.

Superdose

Não é conhecido antídoto específico para glicosamina. Em caso de superdosagem recomendam-se as medidas de suporte clínico.
PACIENTES IDOSOS
Não constam na literatura relatos sobre advertências ou recomendações especiais do uso adequado por pacientes idosos.

Informação técnica

Mecanismo de ação
O sulfato de glicosamina é uma molécula naturalmente presente no organismo humano e utilizada para a biossíntese dos proteoglicanos da substância fundamental da cartilagem articular e do ácido hialurônico do líquido sinovial. Esta biossíntese é alterada na artrose, processo degenerativo dismetabólico que compromete a cartilagem articular.
Normalmente a chegada da glicosamiona na articulação está assegurada por processo de biotransformação da glicose. Na artrose tem sido observada ausência local de glicosamina devido a uma diminuição da permeabilidade da cápsula articular e por alterações enzimáticas nas células da membrana sinovial e da cartilagem. Nestas situações propõe-se entrada exógena de sulfato de glicosamina como suplemento das carências endógenas desta substância, estimulação da biossíntese dos proteoglicanos, desenvolvimento de uma ação trófica nos sulcos articulares e favorecimento da fixação de enxofre na síntese do ácido condrointinsulfúrico e a disposição normal de cálcio no tecido ósseo. A experiência clínica também confirma a ótima tolerância de glicosamina devido a sua origem natural.

Farmacocinética

Mecanismo de ação
O sulfato de glicosamina é uma molécula naturalmente presente no organismo humano e utilizada para a biossíntese dos proteoglicanos da substância fundamental da cartilagem articular e do ácido hialurônico do líquido sinovial. Esta biossíntese é alterada na artrose, processo degenerativo dismetabólico que compromete a cartilagem articular.
Normalmente a chegada da glicosamiona na articulação está assegurada por processo de biotransformação da glicose. Na artrose tem sido observada ausência local de glicosamina devido a uma diminuição da permeabilidade da cápsula articular e por alterações enzimáticas nas células da membrana sinovial e da cartilagem. Nestas situações propõe-se entrada exógena de sulfato de glicosamina como suplemento das carências endógenas desta substância, estimulação da biossíntese dos proteoglicanos, desenvolvimento de uma ação trófica nos sulcos articulares e favorecimento da fixação de enxofre na síntese do ácido condrointinsulfúrico e a disposição normal de cálcio no tecido ósseo. A experiência clínica também confirma a ótima tolerância de glicosamina devido a sua origem natural.

Dizeres legais

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA
Reg. MS: n° 1.0235.0983

Indicado para o tratamento de:

Publicidade

iVademecum © 2016 - 2019.

Politica de Privacidade
Disponible en Google Play