YASMIN

1201 | Laboratório BAYER

Descrição

Princípio ativo: Etinilestradiol,
Ação Terapêutica: Anticoncepcionais e anovulatórios

Composição

Cada comprimido revestido contém 3 mg de drospirenona e 0,03 mg de etinilestradiol. Excipientes: lactose, amido, povidona, estearato de magnésio, hipromelose, macrogol, talco, dióxido de titânio, pigmento de óxido de ferro amarelo

Apresentação

Cartucho com 1 ou 3 blíster(es)-calendário de 21 comprimidos revestidos.

Indicações

Contraceptivo oral, com efeitos antimineralocorticóide e antiandrogênico que beneficiam tanto as mulheres que apresentam retenção de líquido de origem hormonal e seus sintomas, como as que apresentam acne e seborréia.

Dosagem

Os comprimidos devem ser ingeridos por 21 dias consecutivos. Cada nova cartela é iniciada após intervalo de 7 dias, durante o qual deve ocorrer sangramento por privação hormonal. Início do uso de Yasmin®: No caso da paciente não ter utilizado contraceptivo hormonal no mês anterior, a ingestão deve ser iniciada no 1° dia do ciclo (1° dia de sangramento menstrual). Para procedimentos sobre mudança de contraceptivo, caso de esquecimento de comprimidos ou ocorrência de vômitos e/ou diarréia, consultar a bula do produto.

Contra-indicações

Tromboembolismo arterial ou venoso, enxaqueca, diabetes melitus, pancreatite, hipertrigliceridemia, doença hepática grave, insuficiência renal, tumores hepáticos, neoplasias dependentes de esteróides sexuais, sangramento vaginal não-diagnosticado, suspeita ou diagnóstico de gravidez, hipersensibilidade a qualquer um dos componentes do produto.

Reações Adversas

náuseas, dor abdominal, aumento ou diminuição do peso corpóreo, cefaléia, estados depressivos, alterações de humor, vômito, diarréia, retenção de líquido, enxaqueca, diminuição ou aumento da libido, intolerância a lentes de contato, hipersensibilidade.

Precauções

Distúrbios circulatórios, tumores, hipertrigliceridemia, hipertensão, colecistopatia, porfiria, lupus eritematoso sistêmico, síndrome hemolítico-urêmica, coréia de Sydenham, herpes gestacional, perda da audição relacionada com otosclerose, patologia intestinal inflamatória crônica, anemia falciforme, enxaquecas, angioedema hereditário, distúrbios da função hepática, pode ocorrer cloasma. Potencial teórico para aumento no potássio sérico em usuárias de Yasmin® que estejam tomando outros medicamentos que podem aumentar os níveis séricos de potássio. A eficácia dos COCs pode ser reduzida nos casos de esquecimento de tomada dos comprimidos, distúrbios gastrintestinais ou interação medicamentosa. Podem surgir sangramentos irregulares, especialmente durante os primeiros meses de uso. É possível que em algumas usuárias não se produza o sangramento por privação durante o intervalo de pausa. Caso a paciente engravide durante o uso de Yasmin®, deve-se descontinuar o seu uso. Não foram verificados efeitos teratogênicos decorrentes da ingestão acidental de COCs no início da gestação. O medicamento não deve ser utilizado durante a gravidez e a amamentação.

Interação com outros medicamentos

fenitoínas, barbitúricos, primidona, carbamazepina, rifampicina, oxcarbazepina, topiramato, felbamato, griseofulvina, Erva de São João, ritonavir, nevirapina, penicilinas, tetraciclinas. ciclosporina, lamotrigina.

Dizeres legais

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA
Reg. MS - 1.7506.0070 YASMIN®BAYER21 + 7drospirenona + etinilestradiolContraceptivo oral.

Medicamentos relacionados com YASMIN

Indicado para o tratamento de:

Publicidade

Outros medicamentos BAYER

iVademecum © 2016 - 2020.

Politica de Privacidade
Disponible en Google Play