Ofloxacino

 

Terapias de Ação

Antibiótico.
Publicidade

Propriedades

O ofloxacino é um antibiótico do grupo de quinolonas de amplo espectro, cujo mecanismo de ação é a inibição da enzima DNA girase.

Indicações

Infecções do trato respiratório inferior. Bronquite aguda, reagravamento de bronquite crônica, bronquiectasias e pneumonia. Outras indicações são: uretrite e cervicite gonocócicas e não gonocócicas, cervicite aguda, cistite crônica, pielonefrite, prostatite, disenteria-enterite, foliculite, furunculose, doenças inflamatórias pélvicas e da cavidade abdominal.

Dosagem

A dose média é de 100 a 200 mg a cada 12 horas, dependendo da indicação. Em casos particulares, pode ser necessário aumentá-la, como, por exemplo, ao se tratar de agentes infecciosos de menor sensibilidade, em infecções graves, como a do trato respiratório, ou quando a resposta terapêutica é inadequada. Nestes casos, pode-se aumentar a dose para 300 ou 400 mg a cada 12 horas. O mesmo é válido para infecções complicadas com fatores predispoentes.

Reações Adversas

Geralmente os efeitos colaterais são leves e não frequentes durante o tratamento com ofloxacino. Foram informados distúrbios gástricos leves, dor abdominal, náuseas, vômitos, diarreia, aumento moderado e transitório das transaminases hepáticas e creatininemia, agitação, insônia, cefaleias, fotossensibilidade leve, reações alérgicas, dores musculares e articulares, alterações neurológicas, alterações da visão, vertigens, casos raros de eosinofilia e leucopenia reversíveis. Muito raramente foram observadas alucinações em pacientes de idade avançada.

Precauções e Advertências

Em pacientes epilépticos ou com antecedentes de convulsões. Em pacientes com insuficiência renal leve, a frequência de administração deverá ser reduzida a 1 vez ao dia; para insuficiência moderada ou grave, a meia dose.

Interações

Se antiácidos forem indicados de forma concomitante, os elaborados sobre a base de alumínio ou magnésio deverão ser administrados 2 horas antes ou após o ofloxacino.

Contra-indicações

Não deve ser indicado a menores de 17 anos, mulheres grávidas ou em amamentação, pacientes com antecedentes de hipersensibilidade às quinolonas.

Risco na gravidez

Existen efectos secundarios en fetos de animales de experimentación. No hay hasta el momento estudios adecuados en los seres humanos, por lo que se desconocen los riesgos de su utilización en mujeres embarazadas. La terapia medicamentosa sólo es válida cuando el problema de salud indica sin lugar a dudas, la necesidad de su empleo.
Publicidade

Interações de Ofloxacino

Informação não disponível

iVademecum © 2016 - 2022.

Politica de Privacidade
Disponible en Google Play