Tinidazol

 

Terapias de Ação

Quimioterápico antibacteriano e antiparasitário.
Publicidade

Propriedades

O tinidazol é um derivado imidazólico, ativo perante protozoários e bactérias anaeróbicas. É absorvido completamente após a administração oral e sua concentração plasmática, de aproximadamente 40 mg/ml, é obtida após 2 horas da administração de uma dose simples de 2 g. A meia-vida de eliminação é de 12 a 14 horas. Distribui-se amplamente, encontrando-se concentrações similares à plasmática na bile, leite materno, líquido cefalorraquidiano, saliva e outros tecidos. Atravessa a barreira placentária. Só 12% unem-se às proteínas plasmáticas. A droga sem alterações e seus metabólitos se excretam pela urina e, em menor quantidade, pelas fezes.

Indicações

Tratamento das infecções do trato geniturinário causadas por Trichomonas, tanto em homens como em mulheres; vaginite inespecífica produzida por Gardenerella vaginalis, giardíase. Amebíase intestinal e hepática. Ainda assim, o tinidazol é indicado na profilaxia das infecções pós-operatórias causadas por bactérias anaeróbias, especialmente as associadas com cirurgia de cólon, gastrintestinal e ginecológica.

Dosagem

Tricomoníase (mulheres e homens): dose única oral de 2 g ou 2 doses de 1 g no mesmo dia; recomenda-se o tratamento simultâneo dos parceiros. Amebíase intestinal: 2 g diários durante 2 a 3 dias ou 500 mg diários durante 5 dias. Patologia amebiana do fígado adultos: uma dose inicial de 1,5 a 2 g em 1 só dose durante 3 a 5 dias; crianças: 50 a 60 mg/kg de peso durante 5 dias. Infecções por anaeróbios: 1 dose de 2 g, seguida de 1 g diário, em 1 ou várias doses; a duração do tratamento deve ser de 5 a 6 dias. Profilaxia pós-operatória: 1 dose única de 2 g antes da cirurgia.

Reações Adversas

Distúrbios gastrintestinais: náuseas, anorexias, sabor metálico. Micose oportunista, leucopenia e reações de hipersensibilidade, ocasionalmente. Cefaleia, fadiga, língua saburrosa e urina escura.

Precauções e Advertências

Doença orgânica ativa do SNC, epilepsia, insuficiência hepática grave, discrasias sanguíneas.

Interações

Durante o tratamento deve-se restringir ou suprimir o consumo de bebidas alcoólicas (devido ao possível efeito do dissulfiram).

Contra-indicações

Gravidez e lactação.
Publicidade

Interações de Tinidazol

Informação não disponível

iVademecum © 2016 - 2019.

Politica de Privacidade
Disponible en Google Play