Trombina

 

Terapias de Ação

Hemostático.
Publicidade

Propriedades

É uma substância de natureza proteica e sua fonte principal de obtenção é o sangue bovino, de onde se extrai protrombina, que em seguida é ativada por ação da tromboplastina tissular, em presença de cloreto de cálcio, para dar origem à trombina. A trombina possui a capacidade de coagular o fibrinogênio sanguíneo sem necessidade de outro agente fisiológico. Uma falha na ação coagulante da trombina é detectada somente quando o fibrinogênio sanguíneo está ausente. A velocidade de coagulação do sangue inteiro em presença de trombina depende diretamente da concentração do fármaco; por exemplo, 1.000 unidades de trombina dissolvidas em 5ml de solução fisiológica de cloreto de sódio coagulam um volume igual de sangue em aproximadamente 1 minuto, enquanto que 5.000 unidades de trombina nas mesmas condição coagulam o mesmo volume em aproximadamente 1 segundo.

Indicações

Auxiliar da hemostasia, onde o sangue exsudado de capilares e vênulas pequenas seja acessível. Em cirurgia, a trombina pode ser usada junto com esponja de gelatina absorvível para conseguir hemostasia.

Dosagem

Sangramento leve (cirurgia plástica, extração dentária, neurocirurgia, transplante de pele): utilizam-se soluções de 100 unidades/ml. Sangramento abundante (cortes superficiais no fígado e baço etc.): utilizam-se soluções de 1.000 a 2.000 unidades/ml.

Reações Adversas

Manifestações alérgicas causadas por hipersensibilidade às proteínas bovinas.

Contra-indicações

Hipersensibilidade à trombina de origem bovina.
Publicidade

Interações de Trombina

Informação não disponível

iVademecum © 2016 - 2020.

Politica de Privacidade
Disponible en Google Play