AIRES

1627 | Laboratório EUROFARMA

Descrição

Princípio ativo: Acetilcisteína,
Ação Terapêutica: Expectorantes

Composição

Cada envelope contém: Granulado 100 mg. Acetilcisteína 100 mg; Excipientes q.s.p. 1 envelope; Excipientes: sacarose, sacarina sódica, aroma de laranja e corante amarelo crepúsculo. Granulado 200 mg. Acetilcisteína 200 mg; Excipientes q.s.p. 1 envelope; Excipientes: sacarose, sacarina sódica, aroma de laranja e corante amarelo crepúsculo. Granulado 600 mg. Acetilcisteína 600 mg; Excipientes q.s.p. 1 envelope; Excipientes: sacarina sódica, aroma de laranja, corante amarelo crepúsculo, dióxido de silício e frutose.
Conteúdo de sacarose e sacarina sódica por apresentação:
Indicação por faixa etária:

Uso adulto e pediátrico: granulado de 100mg

Uso adulto: granulado de 200mg e 600mg

Apresentação

Granulado 100, 200 ou 600 mg.
Embalagens de 200 mg ou 600 mg contendo 8 e 16 envelopes com 5 g.
Embalagem de 100 mg contendo 16 envelopes com 5 g.

Uso oral

Indicações

Tratamento de afecções respiratórias caracterizadas por hipersecreção densa e viscosa, tais como bronquite aguda, bronquite crônica e suas exacerbações, bronquite tabágica, enfisema pulmonar, broncopneumonia, abscessos pulmonares, atelectasias pulmonares, mucoviscidose (fibrose cística) e outros.
"Atenção: este medicamento é um similar que passou por testes e estudos que comprovam a sua eficácia, qualidade e segurança, conforme legislação vigente."
Tratamento antídoto
Intoxicação acidental ou voluntária por paracetamol.

Dosagem

Aires®(acetilcisteína) granulado deve ser administrado somente por via oral.
De maneira geral a posologia do produto é de 9 a 15 mg/kg/ dia, salvo situações específicas abaixo descritas.
Utilizar todo o conteúdo do envelope imediatamente após a sua abertura.
Não dividir o conteúdo do envelope em partes.
Uso Adulto e Pediátrico:
Aires®(acetilcisteína) granulado: 100 mg.

Uso Adulto:
Aires®(acetilcisteína) granulado: em geral 600 mg ao dia, ou conforme a seguir:

Tratamento das afecções respiratórias:
Nas formas agudas o período de tratamento é de 5 a 10 dias; nas formas crônicas, continuar o tratamento por alguns meses, a critério médico. As doses descritas a seguir poderão ser aumentadas até o dobro, a critério médico.
Intoxicação acidental ou voluntária por paracetamol:
Por via oral, dose inicial de 140 mg/ kg de peso corporal, a ser ingerida no mínimo dentro de 10 horas após a administração do agente tóxico, seguida por doses individuais de 70 mg/ kg de peso a cada 4 horas por 1 a 3 dias.

Contra-indicações

Hipersensibilidade aos componentes da fórmula.

Reações Adversas

O uso do medicamento por via sistêmica pode ser seguido ocasionalmente por reações de hipersensibilidade como náusea e vômito e, raramente, reações como urticária e broncoespasmo.

Precauções

Pacientes portadores de asma brônquica devem ser rigorosamente controlados durante o tratamento; se ocorrer broncoespasmo, o tratamento deverá ser suspenso imediatamente.
A presença eventual de odor sulfuroso não indica alteração no preparado, pois é próprio do princípio ativo contido no mesmo.
Especialmente no início do tratamento a acetilcisteína é capaz de fluidificar as secreções brônquicas, ao mesmo tempo em que aumenta o volume das mesmas. Se o paciente não conseguir expectorar com eficiência, será necessário recorrer à drenagem postural e à broncoaspiração, a fim de evitar retenção das secreções.
Atenção: este medicamento somente deve ser utilizado por via oral.
Somente para Aires®(acetilcisteína) 100 e 200 mg: "Atenção diabéticos: contém açúcar"
Somente para Aires®(acetilcisteína) 600 mg: esta apresentação deve ser utilizada somente por adultos.

Interação com outros medicamentos

Aires®(acetilcisteína) pode ser administrado concomitantemente com broncodilatadores comuns, vasoconstritores e assim por diante. Para satisfazer os requisitos de uma terapia local mucolítica e antibiótica, aconselha-se dar separadamente os diversos medicamentos, visto que alguns antibióticos são incompatíveis com uso concomitante.
A acetilcisteína administrada por via oral aumentou a biodisponibilidade de amoxicilina, não alterou a da doxiciclina e reduziu a absorção da cefalexina.
Quando administrado concomitantemente com a acetilcisteína, não foram detectadas alterações da biodisponibilidade da ampicilina por via oral, mas houve um pequeno aumento não significativo na concentração sérica da eritromicina.
Aconselha-se não misturar outros medicamentos na solução de Aires®(acetilcisteína).
Gravidez e lactação:
O medicamento está enquadrado na categoria B de risco na gravidez. Este medicamento não dever ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Superdose

Não foram observados sinais ou sintomas especiais mesmo em pacientes tratados com altas doses de acetilcisteína.
Em caso de mobilização intensa de muco e dificuldade de expectoração, recorrer à drenagem postural e/ou à broncoaspiração.
Uso em idosos, crianças e outros grupos de risco
Pacientes idosos
Devem-se seguir as orientações gerais descritas na bula. Contudo, recomenda-se reduzir a dose inicial para metade da dose de adulto e em caso de necessidade, e se o produto for bem tolerado, a dose poderá ser aumentada.
Crianças
Devem-se seguir as doses para pediatria, de acordo com o item Posologia.
Outros grupos de risco
Não se aplica.

Dizeres legais

VENDA SEM PRESCRIÇÃO MÉDICA.
MS: 1.0043.1006

Indicado para o tratamento de:

Publicidade

iVademecum © 2016 - 2019.

Politica de Privacidade
Disponible en Google Play