ANESTALCON

4503 | Laboratório ALCON

Descrição

Princípio ativo: Proximetacaína,
Ação Terapêutica: Anestésicos oftálmicos

Composição

Cloridrato de proximetacaína 0,5%

Apresentação

Solução Oftálmica Estéril
USO ADULTO E PEDIÁTRICO

Indicações

ANESTALCON Solução Oftálmica é indicado como anestésico tópico em procedimentos oftalmológicos. Procedimentos oftalmológicos representativos nos quais a preparação fornece boa anestesia local incluem: tonometria, remoção de corpos estranhos e suturas da córnea, raspagem conjuntival para fins diagnósticos e exames gonioscópicos.
É também indicado como anestésico tópico antes de cirurgias, como a de catarata.

Dosagem

Anestesias prolongadas como em extração de catarata: Instilar 1 gota a cada 5 a 10 minutos (de 5 a 7 doses).
Remoção de suturas: Instilar 1 ou 2 gotas 2 ou 3 minutos antes do procedimento.
Remoção de corpos estranhos: Instilar 1 ou 2 gotas antes da intervenção.
Tonometria: Instilar 1 ou 2 gotas imediatamente antes do procedimento.

Contra-indicações

ANESTALCON é contra-indicado em pacientes com hipersensibilidade conhecida aos componentes da fórmula. Este produto não deve ser prescrito para uso pelo próprio paciente.

Reações Adversas

Dilatação pupilar ou efeitos cicloplégicos com o uso de cloridrato de proximetacaína têm sido raramente observados. O produto parece seguro para uso em pacientes sensíveis a outros anestésicos locais, porém uma sensibilidade local ou sistêmica pode ocorrer ocasionalmente. A instilação da proximetacaína no olho na concentração e dose recomendadas pode ou não causar irritação inicial, ardência, queimação, vermelhidão conjuntival, lacrimejamento ou aumento do piscar, não obstante alguma irritação local e ardência possam ocorrer várias horas após a instilação.
Raramente, uma reação corneana, aparentemente hiperalérgica do tipo imediata, pode ocorrer, a qual inclui uma ceratite epitelial aguda intensa e difusa; um aspecto cinzento e de vidro moído; desprendimento de grandes áreas de tecido epitelial necrótico; filamentos corneanos e, algumas vezes, irite com descemetite.
Foi relatada dermatite de contato alérgica com as pontas dos dedos ressecadas e rachadas.
Amolecimento e erosão do epitélio corneano, congestão conjuntival e hemorragia têm sido relatados.

Precauções

NÃO DEVE SER INJETADO. EXCLUSIVAMENTE PARA USO TÓPICO OFTÁLMICO. O uso prolongado de um anestésico tópico ocular pode causar opacificação corneana permanente com perda da visão.
PRECAUÇÕES:
Gerais:
O cloridrato de proximetacaína deve ser usado com cautela e moderação em pacientes com história de alergia, doença cardíaca ou hipertireoidismo. A toxicidade a longo prazo da proximetacaína não é conhecida; é possível que seu uso prolongado possa retardar a cicatrização de feridas. Embora de ocorrência muitíssimo rara em aplicações de anestésicos tópicos oftálmicos, deve-se ter em mente que uma toxicidade sistêmica (manifestada pela estimulação do sistema nervoso central seguida por depressão) pode ocorrer. É muito importante proteger o olho de substâncias químicas irritantes, corpos estranhos e fricção durante o período de anestesia. Os tonômetros conservados em soluções detergentes ou esterilizantes devem ser completamente enxaguados com água destilada estéril antes do uso. Os pacientes devem ser orientados para não tocar o olho até que o efeito anestésico tenha passado.
Carcinogênese, mutagênese, diminuição da fertilidade: Não foram realizados estudos de longo prazo em animais para avaliar o potencial carcinogênico ou mutagênico do produto ou possível diminuição da fertilidade em machos e fêmeas.
Gravidez Categoria C:Não foram realizados estudos de reprodução em animais com ANESTALCON Solução Oftálmica. Não se sabe se o cloridrato de proximetacaína pode causar dano ao feto quando administrado a mulheres grávidas ou se pode afetar a capacidade reprodutiva. O cloridrato de proximetacaína deve ser administrado a mulheres grávidas somente se for estritamente necessário.
USO EM IDOSOS, CRIANÇAS E OUTROS GRUPOS DE RISCO.
Idosos:Não foram observadas diferenças na eficácia e segurança entre pacientes idosos e outros pacientes.
Crianças:Não foram realizados estudos clínicos controlados com ANESTALCON Solução Oftálmica para estabelecer a segurança e eficácia do uso em crianças. A literatura, porém, cita o uso de cloridrato de proximetacaína como um agente anestésico oftálmico para uso tópico em crianças.
Lactantes:Não se sabe se a droga é excretada no leite materno. Como muitas drogas são excretadas no leite humano, deve-se ter cautela quando o cloridrato de proximetacaína for administrado a mulheres lactantes.

Cuidado de armazenamento

Conservar o produto em temperatura entre 2 e 8°C (refrigerador). Depois de aberto ou se o produto ficar em temperatura ambiente, descartar dentro de 30 dias.

Dizeres legais

MS-1.0023.0006.001-9
VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA - SÓ PODE SER VENDIDO COM RETENÇÃO DA RECEITA.
Publicidade

iVademecum © 2016 - 2020.

Politica de Privacidade
Disponible en Google Play