VIGAMOX

1396 | Laboratório ALCON

Descrição

Princípio ativo: Moxifloxacino,
Ação Terapêutica: Antibióticos e antissépticos oftálmicos

Composição

Cloridrato de Moxifloxacino 0,5%

Apresentação

Solução Oftálmica Estéril
USO ADULTO E PEDIÁTRICO.

Indicações

Tratamento da conjuntivite bacteriana causada por cepas sensíveis dos seguintes organismos: Microorganismos Aeróbicos Gram-positivos: Espécies de Corynebacterium, Micrococcus luteus, Staphylococcus aureus, Staphylococcus epidermidis, Staphylococcus haemolyticus, Staphylococcus hominis, Staphylococcus warneri, Streptococcus pneumoniae, Grupo dos Streptococcus viridans.Microorganismos Aeróbicos Gram-negativos:Acinetobacter Iwoffii, Haemophilusinfluenzae, Haemophilus parainfluenzae. Outros microorganismos:Chlamydia trachomatis.

Dosagem

1 gota no olho afetado, 3 vezes por dia, durante 7 dias.

Contra-indicações

hipersensibilidade conhecida ao moxifloxacino, outras quinolonas ou a qualquer outro componente da fórmula.

Reações Adversas

Eventos adversos oculares em 1 a 6% dos pacientes: conjuntivite, diminuição da acuidade visual, olho seco, ceratite, desconforto ocular, hiperemia ocular, dor ocular, prurido ocular, hemorragia subconjuntival, e lacrimejamento. Eventos adversos não oculares em 1 a 4% dos pacientes: febre, aumento de tosse, infecção, otite média, faringite, erupção cutânea e rinite.

Precauções

Exclusivamente para uso externo. Não deve ser injetado sob a conjuntiva, nem introduzido diretamente na câmara anterior do olho. Em pacientes em tratamento sistêmico com quinolonas, inclusive moxifloxacino, foram relatadas reações anafiláticas sérias e ocasionalmente fatais, algumas, após a primeira dose. Algumas reações foram acompanhadas de colapso cardiovascular, perda da consciência, angioedema (incluindo edema da laringe, faringe, ou facial), obstrução das vias aéreas, dispnéia, urticária e coceira. Em caso de reação alérgica ao moxifloxacino, interromper o uso do produto. Reações sérias de hipersensibilidade aguda podem exigir tratamento de emergência imediato. Oxigênio e cuidados com as vias aéreas devem ser introduzidos sempre que clinicamente indicados.
PRECAUÇÕES:
Gerais
: Assim como ocorre com outros antiinfecciosos, o uso prolongado pode resultar em super crescimento de organismos não sensíveis, inclusive fungos. Se uma super infecção ocorrer, interromper o uso do produto e instituir uma terapia alternativa. Sempre que julgado clinicamente necessário, deve ser feito o exame de biomicroscopia e, quando apropriado, deve ser feito o exame de coloração por fluoresceína. Recomendar ao paciente que não use suas lentes de contato em caso de sinais e sintomas de conjuntivite bacteriana. Gravidez Categoria C: Uma vez que não existem estudos adequados e bem controlados em mulheres grávidas, VIGAMOX Solução só deverá ser usado durante a gravidez se o benefício potencial justificar o risco potencial para o feto. Lactantes:. VIGAMOX Solução deve ser administrado com cautela em mulheres que estejam amamentando.

Dizeres legais

MS -1.0023.0260.002-9. VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA. A PERSISTIREM OS SINTOMAS O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.

Indicado para o tratamento de:

Publicidade

iVademecum © 2016 - 2019.

Politica de Privacidade
Disponible en Google Play