CEFOXITINA SÓDICA

4171 | Laboratório EUROFARMA

Descrição

Princípio ativo: Cefoxitina sódica,
Ação Terapêutica: Antibióticos e quimioterápicos antibacter.

Composição

Cada frasco-ampola contém: cefoxitina (na forma de sal sódico) 1g. Cada ampola de diluente contém: água para injeção 10ml.

Apresentação

Pó para solução injetável (I.V.) 1g. Embalagens contendo 1 frasco-ampola acompanhado de ampola diluente com 10mL.

Indicações

a) Tratamento:CEFOXITINA SÓDICA é indicada para o tratamento das seguintes infecções, quando causadas por microrganismos sensíveis: peritonite e outras infecções intra-abdominais ou intrapélvicas; infecções ginecológicas; septicemia; endocardite; infecções do trato urinário inclusive gonorréia não complicada; infecções do aparelho respiratório; infecções de ossos e articulações; infecções da pele e dos tecidos moles. CEFOXITINA SÓDICA é um antibiótico bactericida de amplo espectro indicado para o tratamento de infecções causadas por cepas sensíveis de patógenos Gram-positivos e Gram-negativos, aeróbicos e anaeróbicos (vide Microbiologia). CEFOXITINA SÓDICA tem sido clinicamente eficaz inclusive em infecções causadas por microrganismos resistentes a um ou mais dos seguintes antibacterianos: penicilina, ampicilina, carbenicilina, tetraciclina, eritromicina, cloranfenicol, cefalosporinas, canamicina, gentamicina, tobramicina e sulfametoxazol - trimetropina. Muitos patógenos Gram-negativos são resistentes às penicilinas e cefalosporinas pelo fato de produzirem beta-lactamases. CEFOXITINA SÓDICA é altamente estável na presença de beta-lactamases bacterianas, tanto as penicilases quanto as cefalosporinases. Portanto a eficácia clínica estende-se a muitas infecções causadas por tais microrganismos, dentre os quais assumem particular importância clínica: E. coli, Klebsiella, Proteus indol positivo (que incluem os organismos agora chamados Morganella morganii e Proteus vulgaris); Serratia marcescens; Providencia (incluindo P. rettgeri)e o anaeróbico Bacteroides fragilis. CEFOXITINA SÓDICA é indicada no tratamento das infecções mistas causadas por cepas sensíveis de bactérias aeróbicas e anaeróbicas. A maioria destas infecções mistas estão associadas à contaminação pela microbiota fecal, pela microbiota originária da vagina, da pele e da boca. Nessas infecções mistas o Bacteroides fragilisé o microrganismo mais comumente encontrado e é, geralmente, resistente aos aminoglicosídeos, às cefalosporinas e praticamente a todas as penicilinas. Entretanto o Bacteroides fragilisé usualmente sensível a CEFOXITINA SÓDICA. CEFOXITINA SÓDICA é indicada para terapia adjunta no tratamento cirúrgico de infecções, inclusive abcessos, infecções complicando perfurações de vísceras ocas, infecções cutâneas e infecções serosas, causadas por aeróbicos, anaeróbicos ou associações destes. A experiência clínica demonstrou que CEFOXITINA SÓDICA pode ser administrada a pacientes que também estão recebendo carbenicilina, canamicina, gentamicina, tobramicina ou amicacina (vide item Posologia). b) Profilaxia:CEFOXITINA SÓDICA é indicada para prevenção de certas infecções pós-operatórias em pacientes que se submeteram a procedimentos cirúrgicos classificados como contaminados, potencialmente contaminados ou onde a ocorrência de infecção pós-operatória poderia ser especialmente grave.

Dosagem

CEFOXITINA SÓDICA 1G ACOMPANHADA POR AMPOLA CONTENDO 10ML DE ÁGUA PARA INJEÇÃO DEVE SER ADMINISTRADA POR VIA INTRAVENOSA (VIDE, A SEGUIR, INSTRUÇÕES PARA RECONSTITUIÇÃO DE ACORDO COM ESTA VIA DE ADMINISTRAÇÃO): a posologia e a via de administração devem ser determinadas pela gravidade da infecção, sensibilidade dos microrganismos causadores e estado do paciente. A terapia pode ser iniciada enquanto se aguardam os resultados dos testes de sensibilidade. a) Posologia para o tratamento.Adultos: a posologia adulta usual é 1 g ou 2 g de CEFOXITINA SÓDICA a cada 8 horas (veja quadro a seguir). Posologia inicial para adultos:

Em adultos com insuficiência renal pode ser administrada uma dose inicial de ataque de 1 g a 2 g. Após a dose de ataque, as recomendações para posologia de manutenção podem ser usadas como orientação. Nos pacientes que se submetem a hemodiálise, a dose de ataque de 1 a 2 g deve ser administrada após cada hemodiálise, e a dose de manutenção deve ser aplicada conforme tabela a seguir:

Infecções não complicadas do trato urinário:nas infecções não complicadas do trato urinário causadas por microrganismos sensíveis, 1 g por via intramuscular, duas vezes ao dia, tem se mostrado eficaz. Gonorréia não-complicada:para terapia de dose única da gonorréia não-complicada, mesmo que causada por cepas produtoras de penicilase, a dose recomendada é de 2 g de CEFOXITINA SÓDICA, por via intramuscular, administrados com 1 g de probenecida por via oral (no mesmo momento ou até uma hora antes). Esquema posológico pediátrico:

Nas infecções graves, a posologia diária total pode ser aumentada até 200mg/kg, porém não deve exceder 12 g ao dia. Em crianças com insuficiência renal, a freqüência posológica deve ser reduzida, conforme indicado para adultos. b) Posologia profilática - Para uso profilático em cirurgia são recomendadas as seguintes doses: cirurgia geral: adultos: 2 g administrados por via intravenosa, meia a uma hora da incisão inicial; a seguir 2 g a cada 6 horas. Comumente, a terapia profilática não se estende por mais de 24 horas. Lactentes e crianças maiores:no caso de lactentes e crianças, podem ser administradas doses de 30 - 40mg/kg nos intervalos descritos acima. Cirurgia ginecológica e obstétrica:em pacientes submetidas a cesariana deve-se administrar uma dose única de 2 g, por via intravenosa, logo que o cordão umbilical for clampeado. Para uso profilático em procedimentos cirúrgicos ginecológicos, tem sido eficaz a administração de uma dose intravenosa de 2 g, meia a uma hora antes da cirurgia. Em procedimentos prolongados ou altamente contaminados pode-se administrar doses adicionais de 2 g a intervalos de 6 horas. Comumente a terapia profilática não se estende por mais de 24 horas. Administração.Administração intravenosa: reconstitua CEFOXITINA SÓDICA com água para injeção: 1 g é solúvel em 2mL. Embora CEFOXITINA SÓDICA seja muito solúvel, é preferível, para uso intravenoso, adicionar 10mL de água para injeção ao frasco contendo 1 g. Agite para dissolver e a seguir transfira todo o conteúdo do frasco para uma seringa. Para injeção intravenosa direta, CEFOXITINA SÓDICA pode ser injetada lentamente na veia, durante um período de 3 a 5 minutos, ou pode ser administrada através do tubo, quando o paciente está recebendo soluções parenterais. Pode-se empregar injeção intravenosa intermitente de CEFOXITINA SÓDICA e, quando for necessário, administrar líquido em quantidade. Entretanto, durante a injeção da solução que contém CEFOXITINA SÓDICA, aconselha-se interromper temporariamente a administração de qualquer outra solução no mesmo local (usando um equipo adequado). Uma solução de CEFOXITINA SÓDICA também pode ser administrada por infusão intravenosa contínua (vide Compatibilidade e estabilidade). Preparo da solução:a seguinte tabela é fornecida para comodidade da reconstituição de CEFOXITINA SÓDICA para administração intravenosa:

Compatibilidade e estabilidade:foram estabelecidas a compatibilidade e a estabilidade da CEFOXITINA SÓDICA em solução com os seguintes líquidos para infusão intravenosa e aditivos injetáveis: cloreto de sódio a 0,9%; glicose a 5% ou 10%; cloreto de sódio a 0,9% e glicose a 5%; glicose a 5% com solução de bicarbonato de sódio a 0,02%; glicose a 5% com solução salina a 0,2% ou 0,45%; Solução de Ringer com lactato; Solução de Ringer com lactato e glicose a 5%; invertose a 5% ou 10% com solução aquosa; invertose a 10% em solução salina; injeção de bicarbonato de sódio a 5%; injeção de lactato de sódio 1/6 molar; insulina em solução salina normal; insulina em invertose a 10%; heparina, 100 unidades/mL e 0,1 unidade/mL; manitol a 2,5% e 5%; manitol a 10%. CEFOXITINA SÓDICA mostrou ser químico e visualmente compatível com aminoglicosídeos como amicacina e gentamicina, canamicina e tobramicina, quando misturado em 200mL de cloreto de sódio a 0,9% ou glicose a 5% em água. CEFOXITINA SÓDICA reconstituída com água estéril para injeção conservada por parabenos ou álcool benzílico, cloreto de sódio a 0,9% para injeção ou glicose a 5% para injeção ou cloridrato de lidocaína a 0,5% e 1% (conservada por parabeno) mantém potência satisfatória durante 24 horas à temperatura ambiente (entre 15°C e 30°C), durante 1 semana sob refrigeração a temperatura inferior a 5°C e pelo menos durante 30 semanas em estado congelado; mantém potência imediatamente após descongelamento e, a seguir, durante pelo menos 24 horas, em temperatura ambiente (entre 15°C e 30°C). Após reconstituição somente com água estéril para injeção e subseqüente armazenamento em seringas plásticas descartáveis, o produto é estável durante 24 horas em temperatura ambiente (entre 15°C e 30°C) e 48 horas sob refrigeração (entre 2°C e 8°C). Após os períodos mencionados acima, qualquer solução não usada ou material congelado devem ser desprezados. Não congele novamente. Nota: CEFOXITINA SÓDICA quando em estado seco, deve ser armazenada sob temperatura inferior a 30°C. Evite exposição a temperaturas superiores a 50°C. O material seco e as soluções tendem a escurecer, dependendo das condições de armazenamento; a potência do produto, contudo, não é afetada adversamente.

Contra-indicações

ESTE MEDICAMENTO É CONTRA-INDICADO EM PACIENTES COM HISTÓRIA DE HIPERSENSIBILIDADE A CEFOXITINA SÓDICA. CEFOXITINA SÓDICA NÃO DEVE SER ADMINISTRADA A PACIENTES HIPERSENSÍVEIS AS CEFALOSPORINAS QUANDO NÃO EXISTIR EXPERIÊNCIA CLÍNICA NESSE SENTIDO.

Reações Adversas

CEFOXITINA SÓDICA É GERALMENTE BEM TOLERADA. RARAMENTE FOI NECESSÁRIO INTERROMPER O TRATAMENTO, E GERALMENTE OS EFEITOS COLATERAIS FORAM LEVES E TRANSITÓRIOS. OS EFEITOS COLATERAIS MAIS COMUNS FORAM AS REAÇÕES LOCAIS APÓS INJEÇÃO INTRAVENOSA. REAÇÕES LOCAIS:PODE OCORRER TROMBOFLEBITE PELA ADMINISTRAÇÃO INTRAVENOSA. ALÉRGICAS:ERUPÇÃO CUTÂNEA (INCLUINDO DERMATITE ESFOLIATIVA E NECRÓLISE EPIDÉRMICA TÓXICA), URTICÁRIA, PRURIDO, FEBRE E OUTRAS REAÇÕES ALÉRGICAS FORAM NOTADAS (INCLUINDO ANAFILAXIA), NEFRITE INTERSTICIAL E ANGIOEDEMA FORAM OBSERVADAS. CARDIOVASCULARES:HIPOTENSÃO. GASTRINTESTINAIS:PODE OCORRER DIARRÉIA, INCLUINDO COLITE PSEUDOMEMBRANOSA DURANTE OU APÓS O TRATAMENTO. TEM-SE OBSERVADO RARAMENTE A OCORRÊNCIA DE NÁUSEAS E VÔMITOS. HEMATOLÓGICAS:FORAM RELATADAS EOSINOFILIA TRANSITÓRIA, LEUCOPENIA (INCLUINDO AGRANULOCITOPENIA), NEUTROPENIA, ANEMIA (INCLUINDO ANEMIA HEMOLÍTICA), TROMBOCITOPENIA E DEPRESSÃO MEDULAR. ALGUNS INDIVÍDUOS, PARTICULARMENTE AQUELES COM AZOTEMIA, PODEM DESENVOLVER TESTE DE COOMBS DIRETO-POSITIVO DURANTE A TERAPIA COM CEFOXITINA SÓDICA. MÚSCULO ESQUELÉTICO:PIORA A MIASTENIA GRAVE (ÚNICO CASO). FUNÇÃO HEPÁTICA:RARAMENTE FORAM OBSERVADAS ELEVAÇÕES TRANSITÓRIAS DE TGO E TGP, DHL, FOSFATASE ALCALINA SÉRICA E ICTERÍCIA. FUNÇÃO RENAL:TÊM SIDO OBSERVADAS ELEVAÇÕES DOS NÍVEIS DE CREATININA SÉRICA E/OU DE NITROGÊNIO URÉICO DO SANGUE. COMO OCORRE COM AS CEFALOSPORINAS TÊM SIDO RELATADA RARAMENTE INSUFICIÊNCIA RENAL AGUDA. É DIFÍCIL AVALIAR O PAPEL DA CEFOXITINA SÓDICA NAS ALTERAÇÕES DOS TESTES DA FUNÇÃO RENAL, POIS, GERALMENTE ESTÃO PRESENTES FATORES PREDISPONENTES À AZOTEMIA PRÉ-RENAL OU INSUFICIÊNCIA RENAL.

Interação com outros medicamentos

ATÉ O MOMENTO, NÃO SÃO CONHECIDAS INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS COM CEFOXITINA SÓDICA. ALTERAÇÕES EM EXAMES CLÍNICOS E LABORATORIAIS:PODE OCORRER REAÇÃO FALSO-POSITIVA PARA A GLICOSÚRIA QUANDO O TESTE FOR REALIZADO COM SUBSTÂNCIAS REDUTORAS; ISTO NÃO OCORRE, PORÉM, COM OS MÉTODOS ESPECÍFICOS DA GLICOSE-OXIDASE. USANDO A TÉCNICA DE JAFFE, PODEM OCORRER VALORES SÉRICOS DE CREATININA FALSAMENTE ALTOS, SE AS CONCENTRAÇÕES SÉRICAS DE CEFOXITINA SÓDICA EXCEDEREM 100 MCG/ML. AS AMOSTRAS SÉRICAS DE PACIENTES TRATADOS NÃO DEVEM SER ANALISADAS QUANTO A CREATININA, SE RETIRADAS NAS DUAS HORAS SEGUINTES À ADMINISTRAÇÃO DO MEDICAMENTO. ALTAS CONCENTRAÇÕES DE CEFOXITINA NA URINA PODEM INTERFERIR COM AS MEDIDAS DE 17-HIDROXICORTICOSTERÓIDES, ATRAVÉS DA REAÇÃO DA PORTE-SILBER, E PRODUZIR FALSOS AUMENTOS DISCRETOS NOS NÍVEIS RELATADOS.

Informação para o paciente

Ação esperada do medicamento:CEFOXITINA SÓDICA é um antibiótico bactericida de amplo espectro, administrado por via intravenosa, indicado para tratar infecções causadas por microrganismos sensíveis à cefoxitina. Cuidados de armazenamento:conservar a embalagem fechada em local fresco. Proteger da luz e da umidade. Prazo de validade:desde que observados os devidos cuidados de conservação, o prazo de validade de CEFOXITINA SÓDICA é de 24 meses, contados a partir da data de fabricação impressa em sua embalagem externa. NÃO USE MEDICAMENTOS COM O PRAZO DE VALIDADE VENCIDO. Gravidez e lactação:informe ao seu médico a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após o seu término. Informe ao seu médico se está amamentando. Cuidados de administração:a posologia e a administração devem ser determinadas pelo médico. Para a preparação e injeção de CEFOXITINA SÓDICA é imperativo o conhecimento das técnicas e recomendações de diluição e conservação das soluções do medicamento, conforme consta em informações técnicas, item "Administração". Siga a orientação do seu médico respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento. Interrupção do tratamento:não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico; somente o médico poderá avaliar a eficácia da terapia. A interrupção do tratamento pode ocasionar a não obtenção dos resultados esperados. Reações adversas:CEFOXITINA SÓDICA é geralmente bem tolerada. Tem ocorrido tromboflebite com administração intravenosa. Informe ao seu médico o aparecimento de reações desagradáveis. TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS. Ingestão concomitante com outras substâncias:não são conhecidas interações deste medicamento com alimentos. Contra-indicações e precauções:este medicamento é contra-indicado em pacientes com história de hipersensibilidade a CEFOXITINA SÓDICA, não devendo ser administrado a pacientes hipersensíveis as cefalosporinas quando não existir experiência clínica nesse sentido. CEFOXITINA SÓDICA não é recomendado para a terapia de meningite. Caso haja suspeita de meningite, deve-se usar um antibiótico apropriado. Informe ao seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início, ou durante o tratamento. NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO. PODE SER PERIGOSO PARA SUA SAÚDE.

Informação técnica

Características:a CEFOXITINA SÓDICA é o primeiro de uma nova classe de antibióticos. Trata-se de um antibiótico beta-lactâmico, derivado por modificação química, da cefamicina C (antibiótico natural, produzido pelo Streptomyces lactamdurans, uma bactéria filamentosa). É um antibiótico bactericida semi-sintético, de amplo espectro, para administração parenteral. Esta nova classe de antibióticos beta-lactâmicos, as cefamicinas, é caracterizada por um radical 7-alfa-metoxi-beta-lactam. O grupo metoxila é responsável pela propriedade de resistência à degradação pelas beta-lactamases bacterianas (penicilinases e cefalosporinases). As cadeias laterais, ligadas por modificação química do núcleo da cefamina básica, determinam algumas das ações antimicrobianas específicas e outras propriedades. Microbiologia:CEFOXITINA SÓDICA possui amplo espectro de ação antibacteriana contra microrganismos patogênicos Gram-positivos e Gram-negativos, aeróbios e anaeróbios. CEFOXITINA SÓDICA inibe a síntese da parede celular bacteriana e é bactericida. A estrutura molecular peculiar do produto confere-lhe grau de resistência particularmente alto às beta-lactamases, importante mecanismo de resistência bacteriana às penicilinas e às cefalosporinas. Alta porcentagem de bastonetes Gram-negativos produtores de beta-lactamases, resistentes às penicilinas ou às cefalosporinas, é sensível a CEFOXITINA SÓDICA. Além disso, alta porcentagem de cocos Gram-positivos e Gram-negativos produtores de penicilinase e, portanto, resistentes à penicilina, é sensível a CEFOXITINA SÓDICA. Com respeito à confiabilidade e à previsão de atuação da CEFOXITINA SÓDICA, a análise de experiência clínica global com este antibiótico revelou grande correlação entre os resultados dos testes de sensibilidade, a eficácia bacteriológica no homem e à eficácia clínica. CEFOXITINA SÓDICA é ativa contra os seguintes microrganismos in vitro: bactérias Aeróbias: Cocos Gram-positivos, incluindo: Estafilococos (inclusive as cepas coagulase-positivas, coagulase-negativas e as produtoras de penicilinase); Estreptococos beta-hemolíticos do grupo A (Streptococcus pyogenes); Estreptococos beta-hemolíticos do grupo B (Streptococcus agalactiae); Streptococcus pneumoniae (Diplococcus pneumoniae) e outros estreptococos (exceto os estreptococos do grupo D, incluindo os enterococos, pois muitas de suas cepas são resistentes, como por exemplo, Streptococcus faecalis). Cocos Gram-negativos, incluindo: Neisseria gonorhoeae(inclusive cepas produtoras de penicilinase) e Neisseria meningitidis. Bastonetes Gram-negativos (anaeróbios facultativos), incluindo: Escherichia coli, Haemophilus influenzae, Klebsiella spp., Klebsiella pneumoniae, Proteus (Indol-positivo), Morganella morganii(antes Proteus morganii), Proteus vulgaris, Proteus mirabilis, Providencia spp.,Providencia rettgeri(antes Proteus rettgeri), Salmonella eShigella spp. eSerratia marcescens. Bactérias Anaeróbias: Cocos Gram-positivos, incluindo: Estreptococos microaerófilos, Peptococcus spp. e Peptostreptococcusspp. Bastonetes Gram-positivos, incluindo: Clostridium spp., Clostridium perfringens, Eubacterium spp. ePropionibacterium acne. Cocos Gram-negativos, incluindo: Veillonellaspp. Bastonetes Gram-negativos, incluindo: Bacteroides spp.(compreendendo as cepas penicilino-sensíveis e penicilino-resistentes), Bacteroides fragilis, Bacteroides melaninogenicus eFusobacteriumspp. CEFOXITINA SÓDICA é ativa contra algumas cepas das seguintes bactérias: Acinetobacter calcoaceticus var. anitratum (Herellea vaginicola), Acinetobactercalcoaceticusvar. Iwoffi (Mima polymorpha), Alcaligenes faecalis, Citrobacter spp., Enterobacter spp. eFlavobacterium spp.CEFOXITINA SÓDICA não é ativa contra Pseudomonas spp.,a maioria das cepas de enterococos, muitas cepas de Enterobacter cloacae, estafilococos resistentes a meticilina e Listeria monocytogenes.

Farmacocinética

Características:a CEFOXITINA SÓDICA é o primeiro de uma nova classe de antibióticos. Trata-se de um antibiótico beta-lactâmico, derivado por modificação química, da cefamicina C (antibiótico natural, produzido pelo Streptomyces lactamdurans, uma bactéria filamentosa). É um antibiótico bactericida semi-sintético, de amplo espectro, para administração parenteral. Esta nova classe de antibióticos beta-lactâmicos, as cefamicinas, é caracterizada por um radical 7-alfa-metoxi-beta-lactam. O grupo metoxila é responsável pela propriedade de resistência à degradação pelas beta-lactamases bacterianas (penicilinases e cefalosporinases). As cadeias laterais, ligadas por modificação química do núcleo da cefamina básica, determinam algumas das ações antimicrobianas específicas e outras propriedades. Microbiologia:CEFOXITINA SÓDICA possui amplo espectro de ação antibacteriana contra microrganismos patogênicos Gram-positivos e Gram-negativos, aeróbios e anaeróbios. CEFOXITINA SÓDICA inibe a síntese da parede celular bacteriana e é bactericida. A estrutura molecular peculiar do produto confere-lhe grau de resistência particularmente alto às beta-lactamases, importante mecanismo de resistência bacteriana às penicilinas e às cefalosporinas. Alta porcentagem de bastonetes Gram-negativos produtores de beta-lactamases, resistentes às penicilinas ou às cefalosporinas, é sensível a CEFOXITINA SÓDICA. Além disso, alta porcentagem de cocos Gram-positivos e Gram-negativos produtores de penicilinase e, portanto, resistentes à penicilina, é sensível a CEFOXITINA SÓDICA. Com respeito à confiabilidade e à previsão de atuação da CEFOXITINA SÓDICA, a análise de experiência clínica global com este antibiótico revelou grande correlação entre os resultados dos testes de sensibilidade, a eficácia bacteriológica no homem e à eficácia clínica. CEFOXITINA SÓDICA é ativa contra os seguintes microrganismos in vitro: bactérias Aeróbias: Cocos Gram-positivos, incluindo: Estafilococos (inclusive as cepas coagulase-positivas, coagulase-negativas e as produtoras de penicilinase); Estreptococos beta-hemolíticos do grupo A (Streptococcus pyogenes); Estreptococos beta-hemolíticos do grupo B (Streptococcus agalactiae); Streptococcus pneumoniae (Diplococcus pneumoniae) e outros estreptococos (exceto os estreptococos do grupo D, incluindo os enterococos, pois muitas de suas cepas são resistentes, como por exemplo, Streptococcus faecalis). Cocos Gram-negativos, incluindo: Neisseria gonorhoeae(inclusive cepas produtoras de penicilinase) e Neisseria meningitidis. Bastonetes Gram-negativos (anaeróbios facultativos), incluindo: Escherichia coli, Haemophilus influenzae, Klebsiella spp., Klebsiella pneumoniae, Proteus (Indol-positivo), Morganella morganii(antes Proteus morganii), Proteus vulgaris, Proteus mirabilis, Providencia spp.,Providencia rettgeri(antes Proteus rettgeri), Salmonella eShigella spp. eSerratia marcescens. Bactérias Anaeróbias: Cocos Gram-positivos, incluindo: Estreptococos microaerófilos, Peptococcus spp. e Peptostreptococcusspp. Bastonetes Gram-positivos, incluindo: Clostridium spp., Clostridium perfringens, Eubacterium spp. ePropionibacterium acne. Cocos Gram-negativos, incluindo: Veillonellaspp. Bastonetes Gram-negativos, incluindo: Bacteroides spp.(compreendendo as cepas penicilino-sensíveis e penicilino-resistentes), Bacteroides fragilis, Bacteroides melaninogenicus eFusobacteriumspp. CEFOXITINA SÓDICA é ativa contra algumas cepas das seguintes bactérias: Acinetobacter calcoaceticus var. anitratum (Herellea vaginicola), Acinetobactercalcoaceticusvar. Iwoffi (Mima polymorpha), Alcaligenes faecalis, Citrobacter spp., Enterobacter spp. eFlavobacterium spp.CEFOXITINA SÓDICA não é ativa contra Pseudomonas spp.,a maioria das cepas de enterococos, muitas cepas de Enterobacter cloacae, estafilococos resistentes a meticilina e Listeria monocytogenes.

Indicado para o tratamento de:

Publicidade

iVademecum © 2016 - 2020.

Politica de Privacidade
Disponible en Google Play