HYALUDERMIN

1074 | Laboratório TRB

Descrição

Composição

Cada 1g de HYALUDERMIN® creme contém 2mg de ácido hialurônico (sal sódico). Excipientes: monoestearato de polietilenoglicol 400, éster decílico do ácido oléico, cera emulsificante, glicerina, sorbitol, metilparabeno, propilparabeno, dehidroacetato de sódio e água purificada.

Apresentação

Embalagem contendo bisnaga com 15g.
USO ADULTO / USO TÓPICO

Indicações

HYALUDERMIN® está indicado como adjuvante no processo de cicatrização de feridas pouco granulosas e de recuperação lenta, como: úlceras de estase (varicosas e pós-flebíticas), tróficas, de decúbito e tórpidas.

Dosagem

Realizar 1 a 3 aplicações tópicas ao dia, até que se obtenha a resolução total da lesão. Caso haja esquecimento de uma aplicação, administrar o medicamento assim que possível e seguir com as demais aplicações, conforme horários previamente estabelecidos.

Contra-indicações

O produto é contra-indicado em pacientes com história de hipersensibilidade a qualquer um dos seus componentes.

Reações Adversas

É possível a ocorrência de fenômenos de sensibilização, em casos de uso prolongado.

Precauções

HYALUDERMIN® não possui atividade antibiótica. Assim, seu uso em feridas francamente infectadas deve ser associado a antibioticoterapia adequada, de caráter tópico ou sistêmico, conforme as necessidades do paciente. Preferencialmente, a resolução do quadro infeccioso deve anteceder o uso do produto.
Aconselha-se assepsia rigorosa antes de cada aplicação tópica. O uso do produto, quando prolongado, pode dar origem a fenômenos de sensibilização. Na ocorrência de qualquer reação desagradável, é necessário interromper o tratamento e procurar orientação médica.
Em se tratando de pacientes adultos, não há contra-indicação relativa a faixas etárias.
"Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião dentista"
USO EM IDOSOS, CRIANÇAS E OUTROS GRUPOS DE RISCO
Pacientes idosos:
não se observaram diferenças nos perfis de eficácia e segurança relacionados à idade do paciente.

Resultados de eficácia

Estudos clínicos avaliando a eficácia de HYALUDERMIN em lesões de pele demonstraram que este é capaz de melhorar o processo de reparação tissular (PASSARINI, et al., 1982; SOMA et al., 1984), reduzir o tempo até a cura (TORREGROSSA e CAROTI, 1983; TRABUCCHI et al., 1986), prevenir a formação de quelóides e tecido cicatricial retrátil (SILINGARDI e LOLLI, 1973). Úlceras crônicas: Vanninni et al. (1989) compararam a eficácia de HYALUDERMIN com o tratamento por campos eletromagnéticos por pulsos e à terapia padrão, em pacientes acometidos de úlceras de pressão (escaras) durante 30 dias. HYALUDERMIN reduziu significativamente a dimensão, melhorando os índices de cura em relação aos demais grupos experimentais. Em outro estudo realizado por Torregrossa et al. (1983), HYALUDERMIN demonstrou efeito terapêutico superior ao de outras terapias tópicas no tratamento de 43 pacientes portadores de úlceras cutâneas por insuficiência vascular e pós-traumáticas. Neste estudo, houve desenvolvimento de tecido de granulação em todos os pacientes tratados com HYALUDERMIN em período de tempo significativamente menor que o do grupo controle.

Interação com outros medicamentos

Não há evidências de interação de HYALUDERMIN® com antibióticos e outros medicamentos de uso tópico.

Cuidado de armazenamento

Conservar em temperatura ambiente (15°- 30°C). Proteger da luz e umidade.

Superdose

Caso necessário, proceder a tratamento sintomático e de suporte.

Dizeres legais

Reg. MS N° 1.0341.0053
VENDA SEM PRESCRIÇÃO MÉDICA.

Indicado para o tratamento de:

Publicidade

iVademecum © 2016 - 2021.

Politica de Privacidade
Disponible en Google Play