IPERISAN

1898 | Laboratório MARJAN FARMA

Descrição

Princípio ativo: Hipérico (Hipericum),
Ação Terapêutica: Afecções neurovegetativas

Composição

Cada comprimido revestido contém: Extrato seco de Hypericum perforatum300 mg (padronizado em 0,9mg (0,3%) de hipericinas totais expressas em hipericina).

Apresentação

Comprimidos revestidos - cartuchos com 20, 30 e 60 comprimidos.

Indicações

Indicado no tratamento dos estados depressivos leves e moderados.

Dosagem

Ingerir 1 comprimido revestido 1 a 3 vezes ao dia, ou a critério médico. (A dose diária total deve estar compreendida entre 0,9 e 2,7mg de hipericinas expressas em hipericina).

Contra-indicações

Pacientes com histórico de hipersensibilidade e alergia a qualquer um dos componentes da fórmula não devem fazer uso do produto. Não existem dados disponíveis sobre o uso de H. perforatum na gravidez e na lactação, porém sabe-se que o extrato pode inibir a secreção de prolactina, portanto, não se recomenda seu uso em mulheres grávidas e amamentando. Este medicamento é contraindicado em crianças abaixo de 12 anos. Não usar em episódios de depressão grave.

Reações Adversas

O uso de medicamentos a base de extratos de H. perforatum pode causar reações fotossensibilizantes. Em casos raros, podem aparecer irritações gastrintestinais, reações alérgicas, fadiga e agitação. Os extratos de H. perforatum são geralmente bem tolerados com uma incidência de reações adversas em torno de 0,2% dos casos avaliados em estudos clínicos. As reações adversas gastrintestinais podem ser minimizadas ao administrar o medicamento após as refeições.
VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA.
Reg. M.S.: 1.0155.0206.

Interação com outros medicamentos

Existe interação de H. perforatum com ciclosporina, anticoagulantes cumarínicos, anticoncepcionais orais, teofilina, digoxina, indinavir e possivelmente outros inibidores da protease e transcriptase reversa, prejudicando os efeitos destes. Isto ocorre devido à indução pelo H. perforatumda via metabólica envolvendo o citocromo P450. A utilização de H. perforatum concomitante a antidepressivos inibidores da recaptação de serotonina e inibidores da MAO poderá causar síndrome serotoninérgica. Não é recomendado utilizar H. perforatum com drogas fotossensibilizantes como clorpromazina ou tetraciclina. O extrato de H. perforatum não demonstrou interação com o álcool em estudos farmacológicos, porém sabe-se que o álcool pode piorar o quadro depressivo.

Indicado para o tratamento de:

Publicidade

Outros medicamentos MARJAN FARMA

iVademecum © 2016 - 2019.

Politica de Privacidade
Disponible en Google Play