PERMEAR

1749 | Laboratório MARJAN FARMA

Descrição

Composição

Cada comprimido revestido gastrorresistente contém: Extrato seco de Harpagophytum procumbens padronizado em 60 mg (20%) de harpagosídeo 300mg

Apresentação

Comprimidos revestidos gastrorresistentes de 300 mg em embalagens com 10 e 20 comprimidos.
VIA ORAL
USO ADULTO
MEDICAMENTO FITOTERÁPICO

Indicações

Permear é destinado ao tratamento dos distúrbios musculoesqueléticos degenerativos como Osteoartrite (artrose), reumatismo peri-articular, além de: lombalgia, tendinites, bursites, artrite reumatoide e fibromialgia.
O uso de Harpagophytum procumbenspermite frequentemente reduzir as doses de corticosteroides e anti-inflamatórios não hormonais necessários em desordens do aparelho locomotor. Alivia a dor, melhorando a funcionalidade e mobilidade das articulações e tendões.

Dosagem

Permear deve ser ingerido entre as refeições, via oral, com o auxílio de quantidade suficiente de líquido.
Adultos: Ingerir 1 comprimido, 1 vez ao dia.
Este medicamento não deve ser partido ou mastigado.

Contra-indicações

Permear é contraindicado em caso de úlceras gástricas e duodenais, cálculos e obstruções de vias biliares, gravidez e lactação e em casos de hipersensibilidade a algum componente da fórmula.

Reações Adversas

Distúrbios gastrointestinais leves podem ocorrer em indivíduos sensíveis especialmente com doses mais elevadas.
Devido à ausência de efeitos inibitórios do Harpagophytum procumbensna biossíntese dos prostanoides, não são esperados os efeitos adversos associados preferencialmente aos AINEs e glicocorticoides, mesmo durante o tratamento em longo prazo.
Casos de náuseas, cefaleia, zumbidos, perda de paladar e anorexia severa foram relatados em um único estudo. Nenhum efeito adverso foi relatado pelos outros pacientes do estudo.

Precauções

A tecnologia de revestimento dos comprimidos de PERMEAR proporciona uma proteção contra o suco gástrico, permitindo uma dissolução programada para o duodeno para que não haja diminuição da eficácia pela acidez estomacal, conforme demonstrado em estudos recentes.
Doses excessivas de Harpagophytum procumbenspodem interferir no tratamento de doenças cardíacas e em terapias hipo e hipertensivas devido à possibilidade de efeito antiarrítmico de Harpagophytum procumbens.
Para patologias inflamatórias reumatológicas recomenda-se pelo menos 2 a 3 meses de tratamento.
Devido a evidências de atividade ocitóxica em animais este medicamento não deve ser utilizado durante a gravidez e lactação sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.
Categoria de risco na gravidez: C
Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.
Este medicamento contém Lactose.

Interação com outros medicamentos

Harpagophytum procumbens pode potencializar o efeito da varfarina.
Doses excessivas de Harpagophytum procumbenspodem interferir em tratamentos antiarrítmicos e anti-hipertensivos a nível cardiovascular. A possibilidade de interação com drogas antiarrítmicas não pode ser excluída devido ao efeito antiarrítmico de Harpagophytum procumbensobservado em animais.

Dizeres legais

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA
Reg M.S.: 1.0155.0232

Indicado para o tratamento de:

Publicidade

iVademecum © 2016 - 2022.

Politica de Privacidade
Disponible en Google Play