SUCRAFILM

2175 | Laboratório SIGMA PHARMA

Descrição

Princípio ativo: Sucralfato,
Ação Terapêutica: Antiulcerosos e antissecretores

Composição

Sucralfato.

Apresentação

Sucrafilm® comprimidos mastigáveis 1 g: embalagens contendo 30 comprimidos. Sucrafilm® suspensão oral 2g (200 mg/ml): embalagens contendo 20 flaconetes com 10 ml.
USO ORAL/USO ADULTO E PEDIÁTRICO.

Indicações

Sucrafilm® é indicado no tratamento da úlcera duodenal, úlcera gástrica e gastrite crônica.

Dosagem

Antiulceroso:1 comprimido mastigável de 1g quatro vezes ao dia ou 2 comprimidos mastigáveis de 1g duas vezes ao dia, uma hora antes ou duas horas após as refeições e ao deitar. Flaconete: 1 flaconete duas vezes ao dia, com o estômago vazio, uma hora antes ou duas horas após as refeição e ao deitar. Citoprotetor da mucosa gástrica.
A dose oral recomendada é de 1 flaconete de 2 g ou 2 comprimidos mastigáveis de 1g uma hora antes das principais refeições e ao deitar. Terapia de manutenção: 1 g duas vezes ao dia.

Contra-indicações

Sucrafilm® é contra-indicado para os casos de pacientes que apresentam hipersensibilidade ao sucralfato e aos demais componentes da formulação.

Reações Adversas

REAÇÕES ADVERSAS/COLATERAIS E ALTERAÇÕES DE EXAMES LABORATORIAIS: As reações adversas ao sucralfato são mínimas e raramente levaram a interrupção da droga. O efeito adverso mais comum é a constipação intestinal (2,2%).

Precauções

A úlcera péptica é uma doença crônica recorrente. Não se deve esperar que o sucesso numa série de tratamento com sucralfato altere a freqüência ou a severidade da doença, após a cicatrização.
Após a administração de sucralfato (via oral), pequena quantidade de alumínio é absorvida pelo trato gastrintestinal. Administração concomitante com outros produtos que contenham alumínio (por exemplo antiácidos) pode aumentar o nível de alumínio no organismo. Em pacientes com função renal normal recebendo estes agentes concomitantes, o alumínio é excretado pela urina. No entanto, aos pacientes com disfunção renal e nos que fazem diálise, apresentam deficiência de excreção do alumínio, podendo ocorrer um acúmulo e intoxicação por alumínio (osteodistrofia alumínica, osteomalácia, encefalopatia). Gravidez e lactação: Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica. O sucralfato é minimamente absorvido, portanto, não é esperado que seja excretado no leite materno. Entretanto, não existem estudos sobre a excreção do sucralfato no leite materno.

Interação com outros medicamentos

O sucralfato consegue reduzir a biodisponibilidade de vários fármacos, incluindo a tetraciclina, sulpirida, fenitoína, cimetidina, ranitidina, cetoconazol, ciprofloxacino, norfloxacino, ofloxacino e fluorquinolonas em estudos animais, e com digoxina e teofilina em estudos com seres humanos. O sucralfato pode prejudicar a absorção de varfarina, por isso deve-se ter cautela com a administração concomitante.

Superdose

O risco associado à superdosagem do medicamento é mínimo. O tratamento deve ser sintomático.

Dizeres legais

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA.
Reg. M.S. n°: 1.0583.0228

Indicado para o tratamento de:

Publicidade

Outros medicamentos SIGMA PHARMA

iVademecum © 2016 - 2020.

Politica de Privacidade
Disponible en Google Play