VITAFER

3214 | Laboratório EMS

Descrição

Ação Terapêutica: Antianêmicos

Composição


Apresentação

Frasco com 50 comprimidos revestidos.
Uso Adulto - Uso oral

Indicações

Tratamento da deficiência de ferro ou da anemia por deficiência de ferro.

Dosagem

COMPRIMIDOS REVESTIDOS
Adulto: 1 ou 2 comprimidos ao dia, após as refeições.

Contra-indicações

Vitafer é contra-indicado aos pacientes que tenham hemocromatose, hemossiderose, anemia hemolítica, tuberculose pulmonar, hipertensão ou hipersensibilidade aos componentes da fórmula. Vitafer também é contra-indicado a todas as anemias que não estão associadas a deficiência de ferro.

Reações Adversas

A administração oral de ferro pode eventualmente ocasionar anorexia ou desconforto gastrintestinal (incluindo náusea, vômito, constipação e diarréia). Tais reações podem ser minimizadas com a diminuição temporária da dose, orientada pelo médico. Também pode ocorrer o escurecimento das fezes e da dentina.

Precauções

Existem relatos de distúrbios gastrintestinais (náuseas, vômito, diarréia). Nestes casos é recomendável o uso de Vitafer durante as refeições.

Interação com outros medicamentos

A ingestão concomitante de Vitafer com antiácidos e tetraciclinas orais pode alterar a absorção do sulfato ferroso. A ingestão com ovos, leite, café e chá deverá ser evitada, já que tais alimentos podem inibir a absorção de ferro.

Superdose

Procurar imediatamente um médico ou o Centro de Intoxicações. Suspender imediatamente o tratamento.
Lavagem gástrica.
Administração de fluidos intravenosos e mesilato de desferoxamina 1 g inicialmente e 500 mg 5 horas mais tarde.
PACIENTES IDOSOS
Não constam na literatura relatos sobre advertências ou recomendações especiais do uso adequado de Vitafer por paciente idosos.
SIGA CORRETAMENTE O MODO DE USAR. NÃO DESAPARECENDO OS SINTOMAS, PROCURE ORIENTAÇÃO MÉDICA.

Informação técnica

CARACTERÍSTICAS
O ferro, componente de Vitafer, constitui o componente principal da molécula de hemoglobina, da qual faz parte em uma proporção de 0,34%. Uma deficiência de ferro no organismo acarreta formação inadequada de hemoglobina, com conseqüente descoloração das hemácias (anemia hipocrômica).
O destino de ferro nas células mucosas, após absorção no intestino delgado, abrange um processo bioquímico complexo. Á princípio, as enzimas oxidam o ferro e o transformam em hidróxido férrico, formando micelas. Estas micelas se combinam com a apoferritina e formam o complexo ferritina, que é responsável pela liberação de ferro no sangue circulante.

Farmacocinética

CARACTERÍSTICAS
O ferro, componente de Vitafer, constitui o componente principal da molécula de hemoglobina, da qual faz parte em uma proporção de 0,34%. Uma deficiência de ferro no organismo acarreta formação inadequada de hemoglobina, com conseqüente descoloração das hemácias (anemia hipocrômica).
O destino de ferro nas células mucosas, após absorção no intestino delgado, abrange um processo bioquímico complexo. Á princípio, as enzimas oxidam o ferro e o transformam em hidróxido férrico, formando micelas. Estas micelas se combinam com a apoferritina e formam o complexo ferritina, que é responsável pela liberação de ferro no sangue circulante.

Dizeres legais

Registro MS n° 1.0235.0219

Indicado para o tratamento de:

Publicidade

iVademecum © 2016 - 2019.

Politica de Privacidade
Disponible en Google Play