APETIVITON BC

4143 | Laboratório CIFARMA

Composição

Cada mL de APETIVITON BC xarope contém: cloridrato de ciproeptadina 0,8mg, vitamina B3 (nicotinamida), vitamina C (ácido ascórbico), vitamina B1 (cloridrato de tiamina), vitamina B2 (fosfato sódico de riboflavina, vitamina B6 (cloridrato de piridoxina). Excipientes q.s.p. (sacarose, sacarina sódica, metilparabeno, propilparabeno, aroma de caramelo, aroma de cereja, propilenoglicol, citrato de sódio, ciclamato de sódio e água purificada).

Apresentação

APETIVITON BC xarope - Embalagem contendo um frasco de 240 mL + copo-medida.
USO ORAL ADULTO E PEDIÁTRICO ACIMA DE 2 ANOS.

Indicações

Como orexígeno (estimulante do apetite), para pacientes com pouco apetite ou com maus hábitos alimentares. Prevenção de deficiências de vitaminas do complexo B e C.

Dosagem

Administrar APETIVITON BC em uma só tomada à noite ao deitar, ou em doses fracionadas, de meia a uma hora antes das refeições. Adultos e adolescentes:3 colheres das de chá (15ml) ao dia. Crianças de 7 a 14 anos:no máximo 3 colheres das de chá (15ml), em doses fracionadas. Crianças de 2 a 6 anos:no máximo 2 colheres das de chá (10ml), em doses fracionadas. Crianças menores de 2 anos:não há esquema posológico estabelecido.

Contra-indicações

APETIVITON BC é contra-indicado nos seguintes casos: pacientes com antecedentes de hipersensibilidade ao cloridrato de ciproeptadina e fármacos com estrutura química análoga; prematuros, recém-nascidos e durante a lactação; nas crises agudas de asma; pacientes com retenção urinária, glaucoma, obstrução do colo da bexiga, obstrução piloroduodenal; pacientes idosos debilitados e pacientes em tratamento com inibidores da MAO.

Reações Adversas

A sonolência é a reação adversa mais frequente, sobretudo nos três ou quatro primeiros dias de tratamento. Outras reações adversas relatadas com o uso de APETIVITON BC são: secura da boca e das mucosas, tontura, desmaios, cefaléia, náusea, sedação; distúrbios de coordenação, agitação, excitação, irritabilidade, insônia, alucinações; manifestações alérgicas como rash, edema, urticária e fotossensibilização; diplopia, vertigem, hipotensão, parestesia, vômito, diarréia, constipação, disúria, retenção urinária, espessamento das secreções bronquiais, dificuldade respiratória, fadiga e trombocitopenia.

Interação com outros medicamentos

Inibidores da MAO podem intensificar ou prolongar os efeitos anticolinérgicos do cloridrato de ciproeptadina; amatandina, fenotiazinas, haloperidol, procainamida e agentes antimuscarínicos podem potencializar os efeitos do cloridrato de ciproeptadina; álcool e medicamentos depressores do SNC podem produzir efeitos aditivos, quando utilizados concomitantemente com o cloridrato de ciproeptadina; a Vitamina B6 diminui a ação da levodopa por estimulação da dopa-descarboxilase periférica. Interferência em exames laboratoriais:não foram relatadas com o uso adequado do produto.

Superdose

Em crianças, os sintomas dominantes de superdosagem são excitação com agitação, alucinações, ataxia, incoordenação, atetose, convulsões, coma e parada respiratória. Em adultos a depressão e o coma precedem uma fase de excitação e convulsão. Tratamento: é sintomático, eventualmente respiração assistida ou artificial e anticonvulsivantes. Indução ao vômito e/ou lavagem gástrica e administração de carvão ativo devem ser feitas em pacientes conscientes. Tratar a hipotensão arterial com vasopressores. Não utilizar estimulantes.
Reg. MS: 1.1560.0012.

Dizeres legais

Reg. M.S.: 1.1560.0012.

Indicado para o tratamento de:

Publicidade

Outros medicamentos CIFARMA

iVademecum © 2016 - 2020.

Politica de Privacidade
Disponible en Google Play