CEBION 500MG

2431 | Laboratório MERCK

Descrição

Princípio ativo: Ascórbico, ácido,
Ação Terapêutica: Vitaminas, minerais e oligoelementos

Composição

Cada comprimido de ação prolongada contém: ácido ascórbico (vitamina C) 500 mg. Excipientes: hipromelose, dióxido de silício, óleo vegetal hidrogenado e estearato de magnésio.

Apresentação

Comprimidos de ação prolongada. Embalagem contendo 30 comprimidos.
USO ORAL
USO ADULTO E PEDIÁTRICO

Indicações

Suplemento vitamínico como auxiliar do sistema imunológico.

Dosagem

Um comprimido de ação prolongada ao dia, preferencialmente pela manhã.
Uso em idosos, crianças e outros grupos de risco
Não existem advertências nem recomendações especiais sobre o uso do produto por pacientes idosos. Uso pediátrico: a dose diária recomendada de vitamina C é de 25 mg/kg de peso corporal, até os limites de 300 mg em lactentes e de 1000 mg nas demais crianças.

Contra-indicações

Casos de litíase urinária oxálica e úrica, insuficiência renal e reconhecida hipersensibilidade a qualquer um dos componentes da formulação.

Reações Adversas

Este produto é normalmente bem tolerado. Podem ocorrer queixas de perturbações digestivas. Essas perturbações são infrequentes ( >1/1.000 e < 1/100, ocorrendo entre 0,1% e 1% dos pacientes que utilizam este medicamento) e de pequena intensidade: pirose, diarreia, náuseas, vômitos e também aumento da diurese. Em pacientes predispostos, doses de ácido ascórbico superiores a 1 g ao dia podem desencadear o aparecimento de litíase oxálica ou úrica. O uso de doses elevadas de ácido ascórbico por tempo prolongado pode ocasionar escorbuto de rebote.
Em casos de eventos adversos, notifique ao Sistema de Notificações em Vigilância Sanitária -NOTIVISA, disponível em www.anvisa.gov.br/hotsite/notivisa/index.htm, ou para a Vigilância Sanitária Estadual ou Municipal.

Precauções

A vitamina C pode interferir com os resultados de alguns exames laboratoriais para a determinação da glicosúria, níveis séricos de transaminases, desidrogenase lática e bilirrubina. Pode, também, condicionar resultados falsamente negativos em pesquisas de sangue oculto nas fezes. É necessário interromper o uso de vitamina C antes desses exames.
Gravidez e lactação
Este produto pode ser utilizado durante a gravidez e a lactação quando houver necessidade de um maior suprimento de vitamina C. Entretanto, doses altas devem ser evitadas, pois a vitamina C atravessa a placenta e é excretada no leite materno.
Categoria C. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.
Efeitos sobre a capacidade de dirigir e operar máquinas
Os efeitos deste produto sobre a capacidade de dirigir e operar máquinas são nulos.

Resultados de eficácia

Em diversos modelos experimentais, a vitamina C intensificou o funcionamento dos fagócitos, a proliferação dos linfócitos-T e a produção de interferon; e diminuiu a replicação de vírus (1). Em estudos em modelos animais a vitamina C aumentou a resistência contra vários tipos de infecções virais e bacterianas. Muitas infecções, como pneumonia, levaram a uma redução nos níveis de vitamina C no plasma, nos leucócitos e na urina. Tal redução demonstra que o consumo da vitamina C nestes casos estaria associado à sua participação no processo de defesa do organismo (1,2). A vitamina aumenta a função bactericida no sangue e aumenta a formação de anticorpos. Possui também a propriedade de neutralizar a ação tóxica de produtos metabólicos e de várias toxinas bacterianas. A vitamina C reduz a incidência do resfriado comum em pessoas sob excessiva demanda física (3).
Referências
(1) Hemilä H, Louhiala P. Vitamin C may affect lung infections. J. R. Soc. Med. 2007; 100: 495-8.
(2) Wintergerst ES, Maggini S, Hornig DH. Contribution of selected vitamins and trace elements to immune function. Ann. Nutr. Metab. 2007; 51: 301-23).
(3) Douglas RM, Hemilä H. Vitamin C for preventing and treating the common cold. PLoS Med 2005; 2: e168.

Interação com outros medicamentos

O uso simultâneo com barbitúricos aumenta a necessidade diária de ácido ascórbico. O ácido ascórbico, administrado junto com desferroxamina, pode potencializar os efeitos tóxicos do ferro nos tecidos. Salicilatos podem aumentar a excreção urinária do ácido ascórbico.

Cuidado de armazenamento

Conservar em temperatura ambiente (entre 15C e 30°C) e proteger da luz e umidade.
Prazo de validade: 24 meses a partir da data de fabricação impressa na embalagem.
Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.
Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.
Os comprimidos de Cebion® 500 mg Ação Prolongada são brancos, redondos e biconvexos.
Antes de usar, observe o aspecto do medicamento.
Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

Superdose

Não são conhecidos relatos de intoxicações por superdose de vitamina C. Em caso de reações adversas, suspender o uso do produto e, se necessário, utilizar medicação sintomática.
Em caso de intoxicação ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.

Dizeres legais

M.S. 1.0089.0071
Fonte: Bulário Eletrônico da Anvisa, 09/11/2011.

Indicado para o tratamento de:

Publicidade

iVademecum © 2016 - 2019.

Politica de Privacidade
Disponible en Google Play