GERIATON

4565 | Laboratório ACHÉ

Composição

Cada comprimido revestido de GERIATON contém: Panax ginseng C.A. Meyer (equivalente a 12 mg de ginsenosídeo) 40 mg.
Fumarato ferroso (equivalente a 5,5 mg de ferro) 16,77 mg.
Acetato de retinol 7.500 UI.
Adenosina 0,75mg.
Nitrato de tiamina 1,94 mg.
Riboflavina 2 mg.
Cianocobalamina 5 mcg.
Inositol 5 mg.
Pantotenato de cálcio (equivalente a 4,6 mg de ácido pantotênico) 10 mg.
Ácido fólico 0,2 mg
Nicotinamida 15 mg.
Ácido ascórbico 60 mg.
Acetato de racealfatocoferol 10 mg.
Biotina,25mg
Betacaroteno 5.000 UI.
Selênio (como selenato de sódio) 40 mcg.
Excipientes:celulose microcristalina, lactose monoidratada, dióxido de silício, amido, estearato de magnésio, crospovidona, opadry, corante amarelo lake bend LB 282, corante azul FDC n°. 2 laca de alumínio.

Apresentação

Comprimido revestido: embalagem com 30 comprimidos.
USO ORAL
USO ADULTO

Indicações

GERIATON é indicado para:
• Baixo rendimento físico e mental, estados de fadiga e esgotamento, distúrbios da memória (transtorno cognitivo leve), diminuição da capacidade de concentração (neurastenia), envelhecimento precoce (senilidade);
• estados de carência ou deficiência de vitaminas;
• convalescenças;
• situações de Stress;
• como tratamento coadjuvante nas hiperlipidemias e aterosclerose;
• nos estados de desnutrição;
• no climatério feminino ou masculino

Dosagem

A dose recomendada é de um comprimido ao dia ou a critério médico.
Este medicamento não deve ser partido, aberto ou mastigado.

Contra-indicações

GERIATON é contraindicado em pacientes que apresentem hipersensibilidade a quaisquer dos componentes de sua fórmula.

Reações Adversas

Ginseng: Nas pessoas hipersensíveis, as saponinas do ginseng podem agir como hiperestimulantes, provocando insônia e nervosismo Há relatos de cefaleia, deconforto gastrointestinal e diarreia, sangramento vaginal, erupções cutâneas, hiper ou hipotensão arterial com o uso do Ginseng.
Ácido fólico: Reações alérgicas têm sido raramente reportadas após o uso oral.
Nicotinamida: Pode ocorrer em percentuais bastante reduzidos, reação caracterizada por náusea, vômito, diarréia, constipação, sensação de calor e rubor na face.
Os demais componentes dessa formulação não apresentam reações adversas significativas.
Em casos de eventos adversos, notifique ao Sistema de Notificações em Vigilância Sanitária-NOTIVISA, disponível em http://www.anvisa.gov.br/hotsite/notivisa/index.htm, ou para a Vigilância Sanitária Estadual ou Municipal.

Precauções

GERIATON deve ser usado com cautela em pacientes hiperativos, e que estejam usando estimulantes como a cafeína.
O Ginseng pode diminuir os níveis de glicose sérica e deve ser usado com cautela em pacientes diabéticos (principalmente nos que estão em uso de medicações hipoglicemiantes) ou indivíduos predispostos a hipoglicemia.
O Ginseng pode causar, também, leve aumento na pressão arterial, interferindo no controle pressórico do paciente hipertenso.
Ginseng pode interferir na coagulação sanguínea e recomenda-se descontinuar seu uso uma a duas semanas antes de cirurgias eletivas.
O Ginseng deve ser utilizado pelo período de, no máximo, 3 meses.
Categoria de risco na gravidez: B
Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Resultados de eficácia

Atividade antifadiga:
Um estudo controlado por placebo, cruzado, determinou os efeitos do ginseng no desempenho físico de 43 atletas de triátlon do sexo masculino. O ginseng foi administrado aos participantes na dose de 200 mg, duas vezes ao dia, durante dois períodos consecutivos do treinamento de 10 semanas. Não foram observadas alterações significantes durante o primeiro período de 10 semanas, mas parece que o ginseng previne a perda da capacidade física (medida pelo consumo máximo de oxigênio e pelo comportamento da frequência cardíaca) durante o segundo período de 10 semanas.
Um outro estudo randomizado, duplo-cego, cruzado, com 50 homens (entre 21 a 47 anos) foi realizado para estabelecer os efeitos do ginseng nas funções circulatórias, respiratórias e metabólicas durante um exercício máximo. A carga total de trabalho tolerada e o máximo de utilização de oxigênio durante o exercício foram significantemente mais altos após a administração do ginseng, quando comparado com o placebo. Na mesma carga de trabalho, o consumo de oxigênio, o nível de lactato no plasma, ventilação, produção de dióxido de carbono e taxa de ritmo cardíaco durante o exercício foram todos inferiores no grupo tratado pelo ginseng. Os resultados indicaram que as preparações de ginseng efetivamente elevam a capacidade de trabalho dos participantes, aumentando a utilização de oxigênio.
Foram avaliados efeitos do ginseng em estudo controlado por placebo, cruzado, duplo-cego em enfermeiras noturnas com fadiga, e os resultados foram comparados com placebo e trabalho durante o dia. O ginseng restaurou os resultados nos testes de humor, competência e desempenho geral e o estudo conclui que o ginseng tem uma atividade antifadiga.
Imunomodulação:
Extratos aquosos e padronizados de ginseng foram testados em um estudo controlado por placebo, duplo-cego em relação a ações imunomoduladoras. Sessenta pacientes saudáveis foram divididos em três grupos de 20 pacientes cada, aos quais foram administrados tanto placebo quanto 100 mg de extrato aquoso de ginseng ou 100 mg de extrato padronizado de ginseng, sendo 100 mg a cada 12 horas durante oito semanas. Amostras de sangue coletadas dos pacientes revelaram uma elevação na quimiotaxia dos leucócitos polimorfonucleares, no índice de fagocitose e no número total de linfócitos T3 e T4, após 4 e 8 semanas de tratamento com ginseng. Quando comparado com o grupo placebo, o grupo tratado com o extrato padronizado também apresentou uma elevação na relação T4/T8 e na atividade das células "killer" naturais. A conclusão deste estudo foi que o extrato de ginseng estimula o sistema imunitário em humanos e que o extrato padronizado foi mais eficaz que o extrato aquoso.
Voluntários sadios foram envolvidos em um estudo multi-cêntrico, randomizado, duplo-cego e controlado com placebo para investigar o potencial efeito do ginseng na resistência à influenza e ao resfriado comum. Eles foram tratados com estrato estandratizado do ginseng (200mg) (n=114) ou placebo, diariamente por 12 semanas. Todos os pacientes receberam a vacina antiinfluenza polivalente na semana 4. Resultados da avaliação nas semanas 4, 8 e 12 mostraram diferença muito significante (p < 0,0001) entre o ginseng e o placebo na freqüência do influenza ou do resfriado comum entre as semanas 4 e 12.
Em um estudo controlado e unilateralmente cego, com o objetivo de investigar os efeitos do extrato estandardizado do ginseng (200mg/dia) em 40 pacientes com bronquite crônica, o ginseng melhorou significantemente (p < 0,001) a atividade dos macrófagos alveolares comparado com a situação inicial.
E em um estudo piloto envolvendo 15 portadores de doença respiratória crônica grave, o estrato estandardizado de ginseng foi administrado na dose de 200mg/dia por 3 meses e os parâmetros reparatórios, como a capacidade vital volume e fluxo expiratório, volume de ventilação e distancia de caminhada foram avaliados. Os resultados levaram a conclusão de que o extrato de ginseng melhorou a função pulmonar e a capacidade de oxigenação, assim como a capacidade de caminhada.
Atividade psicomotora: Um estudo clínico duplo-cego, controlado por placebo foi realizado sobre o efeito de um extrato padronizado de ginseng (100 mg, duas vezes ao dia, durante 12 semanas) no desempenho psicomotor em 16 indivíduos saudáveis. Foram avaliados vários testes de desempenho psicomotor. Foi encontrado um efeito favorável na atenção, processamento, função motora-sensora integrada e tempo de reação auditiva. O estudo concluiu que a droga foi superior ao placebo na melhoria de determinadas funções psicomotoras em indivíduos saudáveis.
Van Schepdael P. Les effets du Ginseng G115 sur la capacité physique de sportifs déndurance. Acta Ther, 19: 337-47, 1993.
Pieralisi G. et al. Effects of standardized Ginseng extract combined with dimethylaminoethanol bitartrate, vitamins, minerals and trace elements on physical performance during exercise. Clin Ther, 13: 373-82, 1991.
Hallstrom C. et al. Effects of Ginseng on the performance of nurses on night duty. Compar Med East West, 6: 277-82, 1982.
Scaglione F et al. Immunomodulatory effects of two extracts of Panax Ginseng C.A. Meyer. Drug Exptl Clin Res. 16:537-42, 1990.
Scaglione F et al. Efficacy and safety of the standardized against common cold and/or influenza syndrome. Drug Exptl Clin Res. 22:65-72, 1996.
Scaglione F et al. Immunomodulatory effects of two extracts of Panax Ginseng C.A. Meyer (G115) on alveolar macrophages from patients suffering with chronic bronchitis. Int Immunotherapy, 10:21-4, 1994.
GINSENG RADIX. Ginseng. E/S/C/O/P Monography. Second Edition.

Interação com outros medicamentos

Interações Medicamento-medicamento relacionadas ao Ginseng
Medicamento
: Albendazol
Efeito da Interação:provável diminuição da concentração intestinal do albendazol
Medicamento: Estrogênios Conjugados
Efeito da Interação:possível adição dos efeitos estrôgenicos
Medicamento: Imatinib
Efeito da Interação:aumento do risco de hepatotoxicidade do imatinib
Medicamentos:Inibidores da monoaminoxidase (IMAO).
Efeito da interação:possível efeitos psicoativos
Medicamento: Nifedipina
Efeito da Interação:pode aumentar os riscos de efeitos colaterais da nifedipina
Medicamento:Varfarina.
Efeito da interação:Pode reduzir a eficácia da varfarina.
Interações Medicamento-medicamento relacionadas à Vitamina A.
Medicamentos:
Neomicina.
Efeito da Interação:redução da absorção intestinal de vitamina A.
Medicamentos:Anticoagulantes.
Efeito da Interação:altas doses de vitamina A podem induzir a hipoprotrombinemia.
Medicamentos: Retinóides (como, Isotretinoína).
Efeito da Interação:adição dos sintomas tóxicos.
Interações Medicamento-alimento relacionadas à Vitamina A.
Alimentos
: que contenham vitamina K.
Efeito da Interação:concorre com a vitamina A, podendo induzir a hipotrombinemia.
Interações Medicamento-medicamento relacionadas à riboflavina:
Medicamentos: Barbitúricos, Contraceptivos orais.
Efeito da Interação:uso prolongado pode induzir a deficiência de riboflavina.
Medicamentos: Fenotiazinas, Antidepressivos tricíclicos.
Efeito da Interação:pode aumentar a necessidade de riboflavina.
Medicamento: Probenicide.
Efeito da Interação:reduz a absorção gastrointestinal e excreção urinária.
Interações Medicamento-substância química relacionadas àriboflavina:
Substância química:
Álcool.
Efeito da Interação:doses excessivas de álcool induzem a deficiência de riboflavina.
Interações Medicamento-medicamento relacionadas à Vitamina C:
Medicamento:
Ácido Acetil Salicílico (AAS).
Efeito da interação:redução da absorção do ácido ascórbico em cerca de um terço.
Medicamentos: Antiácidos contendo alumínio.
Efeito da interação:pode ocorrer maior absorção deste componente do antiácido, determinando aumento dos níveis sanguíneos do mesmo.
Os demais componentes dessa formulação não apresentam interações medicamento-medicamento ou medicamento-alimento significativas ou encontram-se em níveis iguais ou menores que o preconizado pela Ingestão Diária Recomendada (IDR).

Cuidado de armazenamento

Conservar em temperatura ambiente (entre 15 e 30°C). Proteger da luz e umidade.
Desde que respeitados os cuidados de armazenamento, o medicamento apresenta uma validade de 24 meses a contar da data de sua fabricação.
Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.
Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.
O comprimido revestido de GERIATON apresenta-se verde e oblongo.
Antes de usar, observe o aspecto do medicamento.
Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

Superdose

O tratamento é sintomático e de suporte, podendo ser utilizado o carvão ativado nas primeiras horas após ingestão dos comprimidos revestidos.
Em caso de intoxicação ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações sobre como proceder.

Dizeres legais

MS -1.0573.0072
Venda sob prescrição médica
Esta bula foi aprovada pela Anvisa em 30/06/2014.

Indicado para o tratamento de:

Publicidade

iVademecum © 2016 - 2020.

Politica de Privacidade
Disponible en Google Play