MONURIL

2644 | Laboratório ZAMBON

Descrição

Princípio ativo: Fosfomicina,
Ação Terapêutica: Anti-infecciosos urinários

Apresentação

Monuril®, fosfomicina trometamol. Granulado com 5,631 g (equivalente a 3 g de fosfomicina). Embalagem com 1 envelope de 8 g de granulado. Uso oral - Uso adulto.

Indicações

Indicado no tratamento de curta duração e profilaxia das infecções bacterianas não complicadas das vias urinárias baixas como cistite aguda e recidivante, síndrome uretrovesical bacteriana aguda, uretrite não específica, bacteriúria assintomática na gravidez e infecção urinária pós-operatória. Está indicado ainda para profilaxia da infecção urinária pós-cirúrgica ou nas intervenções instrumentais do trato urinário.

Dosagem

dose única de um envelope dissolvido em 1 copo d'água (50 a 75 mL) e mexer com o auxílio de uma colher. A solução deve ser ingerida de estômago vazio imediatamente após o preparo e preferencialmente à noite antes de deitar e depois de urinar. Não guardar a solução para uso posterior, nem mesmo em geladeira. Tome Monuril®exatamente conforme a orientação de seu médico. A posologia usual consiste em uma dose única de 1 envelope, podendo variar de acordo com a gravidade da doença e a critério médico. Em caso de infecções agudas, administrar 1 envelope. Em caso de infecções por Pseudomonas, Proteuse Enterobacter administrar 2 envelopes em intervalo de 24 horas. Em caso deProfilaxia das infecções urinárias, após intervenções cirúrgicas e manobras instrumentais administrar 2 envelopes, o primeira dose 3 horas antes da intervenção e a segunda dose 24 horas depois. Após o início do tratamento os sintomas devem desaparecer em 2 a 3 dias. Caso não ocorra melhora, o médico deverá ser informado.

Contra-indicações

Hipersensibilidade à fosfomicina e/ou a qualquer um dos componentes da formulação; Pacientes com insuficiência renal grave (clearance de creatinina < 10 mL/min); Pacientes submetidos à hemodiálise. Este medicamento é contraindicado para uso por crianças sem orientação médica. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião dentista.

Reações Adversas

Monuril® é, de modo geral, bem tolerado. As reações adversas regridem rapidamente com a descontinuação do medicamento. Reações comuns: diarreia, náusea, dispepsia, vulvovaginite, dor de cabeça e tontura. Reações incomuns: dor abdominal, vômitos, "rash"cutâneo, urticária, prurido, fadiga e parestesia. Reações raras: taquicardia. Frequência desconhecida (não pode ser estimada através dos dados disponíveis): reação alérgica, choque anafilático, asma, colite pseudomembranosa, angioedema e hipotensão.

Precauções

Colite associada à antibióticos tem sido reportada com o uso de antibióticos de amplo espectro incluindo fosfomicina trometamol, portanto é importante considerar o diagnóstico em pacientes que desenvolvem diarreia severa durante ou após o uso de fosfomicina trometamol. Nesta situação deve ser iniciado tratamento adequado imediatamente. Medicamentos que inibem o peristaltismo são contraindicados nesta situação. - Uso em idosos: Devem-se seguir as orientações gerais descritas na bula. - Uso em crianças:A dose, a eficácia e a segurança do uso de Monuril® em crianças menores de 12 anos de idade ainda não foram bem estabelecidas nos estudos clínicos realizados. O uso em crianças deve ser determinado somente pelo médico, que deverá levar em consideração a relação risco-benefício. - Uso na insuficiência renal: A meia-vida de eliminação da fosfomicina é significativamente prolongada (até 50 horas) e, a excreção urinária diminui em pacientes com insuficiência renal, embora as concentrações urinárias permaneçam superiores a 100 mg/mL, com uma média em torno de 470 mg/mL. Apesar de não existir recomendação específica, um ajuste de doses deverá ser considerado pelo médico. - Uso na insuficiência hepática: A fosfomicina praticamente não é metabolizada, desta forma, não é necessário o ajuste posológico em pacientes com alteração da função hepática. O paciente pode dirigir ou operar máquinas enquanto estiver tomandoMonuril®, pois o medicamento não diminui a sua atenção, nem interfere com o estado de vigília. - Gravidez e lactação: Uma quantidade razoável de estudos em mulheres grávidas (entre 300 e 1000 gestações finalizadas) não indicaram mal formações ou toxicidade ao feto. Estudos animais não demonstraram toxicidade reprodutiva. O uso de Monuril®pode ser considerado durante a gravidez, se necessário. Não se sabe se as substâncias fosfomicina ou seus metabólitossão encontradas no leite materno. O risco aos lactentes não pode ser desconsiderado. Devido à limitação de informações sobre segurança, não é recomendado o uso de fosfomicina durante a lactação. Atenção diabéticos: contém açúcar. Pacientes com problemas hereditários raros de intolerância à frutose, má absorção da glicose-galactose ou insuficiência em sacarose-isomaltose não devem tomar este medicamento.

Interação com outros medicamentos

Monuril®quando administrada conjuntamente a metoclopramida, diminui as concentrações sanguíneas e a excreção urinária da fosfomicina. Outros medicamentos que aceleram a motilidade gastriintestinal podem produzir efeitos semelhantes. - Interação com alimentos: A administração de Monuril®junto com alimentos altera a absorção do antibiótico, mas não chega a limitar o seu efeito. De qualquer forma, recomenda-se tomar o medicamento no intervalo entre as refeições, recomendável cerca de 2 a 3 horas após refeições.

Dizeres legais

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA. SÓ PODE SER VENDIDO COM RETENÇÃO DA RECEITA.
Registro MS.: 1.0084.0139

Indicado para o tratamento de:

Publicidade

iVademecum © 2016 - 2020.

Politica de Privacidade
Disponible en Google Play