Bacitracina

 

Terapias de Ação

Antibiótico polipeptídico de uso tópico.
Publicidade

Propriedades

É um antibiótico constituído por uma mistura de antibióticos polipeptídicos relacionados, cujo principal componente é a bacitracina A produzida no desenvolvimento de um microrganismo do gênero Licheniformis do bacilo subtilis. Seu mecanismo de ação é semelhante ao dos antibióticos betalactâmicos como a penicilina, por interferir na síntese da parede bacteriana de diferentes germes e bacilos Gram-positivos como Streptococcus hemolíticos. Apresenta-se como sal de zinco, cuja potência não deve ser inferior a 40U de bacitracina por mg. Atualmente é utilizado com pouca frequência para uso local em diferentes formas farmacêuticas (balas, nebulizações, pós, cremes, pomadas). Em infecções otorrinolaringológicas (anginas, faringite, sinusite) emprega-se como colutório em preparações locais e em forma tópica para diferentes infecções da pele ou feridas infectadas ou como colírio.

Indicações

Sinusite, faringite, anginas. Infecções odontológicas, cutâneas e oculares.

Dosagem

200-1.000U por grama para aplicar localmente sobre a pele 2 ou 3 vezes por dia. Em nebulizações: 12.500U cada 12 ou 24 horas.

Reações Adversas

Ocasionalmente pode produzir irritação local ou fenômenos de sensibilização cutânea.

Precauções e Advertências

Não administrar por via parenteral devido ao seu elevado potencial nefrotóxico.

Contra-indicações

Hipersensibilidade à bacitracina ou a outros antibióticos do grupo polipeptídio.
Publicidade

Interações de Bacitracina

Informação não disponível

iVademecum © 2016 - 2019.

Politica de Privacidade
Disponible en Google Play