GRIPEN F

1797 | Laboratório EMS

Descrição

Princípio ativo: Paracetamol,
Ação Terapêutica: Antigripais

Composição

Cada cápsula contém: paracetamol 400 mg, maleato de clorfeniramina 4 mg, cloridrato de fenilefrina 4 mg, excipiente * q.s.p. 1 cápsula, (*croscarmelose sódica, laurilsulfato de sódio, estearato de magnésio). Não use outro medicamento que contenha Paracetamol.

Apresentação

Cápsulas - frasco com 20 cápsulas.
Uso Adulto e Pediátrico
Uso Oral

Indicações

Antigripal múltiplo com ação nas gripes, resfriados, congestão nasal, coriza, febre, cefaléia, dores musculares e demais sintomas presentes nos estados gripais.

Dosagem

Administração por via oral.
Cápsulas
Adultos:1 a 2 cápsulas a cada 4 horas.
Crianças acima de 12 anos:1 cápsula a cada 4 horas.
Não ultrapassar a dose de 10 cápsulas ao dia.

Contra-indicações

O medicamento é contra-indicado em pacientes com conhecida hipersensibilidade aos componentes da fórmula. Não deve ser administrado a pacientes com hipertensão grave, doença cardíaca, diabete, glaucoma, hipertrofia da próstata, doença renal crônica, insuficiência hepática grave, disfunção tireoidiana, gravidez e lactação sem controle médico.

Reações Adversas

Durante o tratamento, embora raramente, podem surgir reações adversas características, tais como: sedação, sonolência, vertigem, hipotensão, sudorese, palpitações, ansiedade, tremor, insônia, desconforto gástrico, irritações cutâneas. O uso prolongado pode provocar discrasias sangüíneas e necrose papilar renal.
Alterações em exames laboratoriais:os testes de função pancreática utilizando a bentiromida ficam invalidados, a menos que o uso do medicamento seja descontinuado (3) três dias antes da realização do exame. Pode produzir falsos valores aumentados quando da determinação do ácido 5-hidroxilindolacético, quando for utilizado o reagente nitrosonaftol.

Precauções

Durante o tratamento o paciente não deve dirigir veículos ou operar máquinas, pois sua habilidade e atenção podem estar prejudicadas.
Não use outro medicamento que contenha paracetamol.
Em caso de exposição a baixas temperaturas, o produto pode apresentar uma formação de cristais, sem comprometer sua eficácia e ação terapêutica, podendo ser consumido normalmente.

Interação com outros medicamentos

Gripen F não deve ser administrado concomitantemente com inibidores da MAO (monoaminooxidase), com barbitúricos ou álcool.

Superdose

Promover esvaziamento gástrico através da indução de emese ou lavagem gástrica.
A N-acetilcisteína, administrada por via oral, é um antídoto específico para toxicidade induzida pelo paracetamol, devendo ser instituída nas primeiras 24 horas.
Medidas de manutenção do estado geral devem ser observadas, como hidratação, balanço hídrico, eletrolítico e correção de hipoglicemia.
PACIENTES IDOSOS
É recomendado o uso sob orientação médica.
Siga corretamente o modo de usar. Não desaparecendo os sintomas, procure orientação médica.

Informação técnica

CARACTERÍSTICAS
As ações farmacológicas das substâncias que formam o medicamento, prestam uma cobertura sintomática ampla no tratamento de gripes e resfriados, cuja ação farmacodinâmica e segurança são perfeitamente conhecidas e bem estabelecidas.
O paracetamol possui atividade analgésica e antitérmica. Ambas ocorrem devido a inibição da síntese de prostaglandinas no Sistema Nervoso Central. A ação analgésica ocorre, predominantemente, no Sistema Nervoso Central e, a nível menor, através de ação periférica, bloqueando a geração de impulsos dolorosos. A ação antitérmica, ocorre no centro cerebral regulador da temperatura.
O maleato de clorfeniramina é um agente antihistamínico. Tem ação contrária a da histamina, que ocasiona a maioria dos efeitos alérgicos presentes nos estados gripais. Atua na musculatura lisa do aparelho respiratório diminuindo os broncoespasmos. Diminui a permeabilidade dos pequenos vasos sangüíneos e conseqüentemente os edemas, rubores e pruridos. Tem ação sobre as glândulas exócrinas, diminuindo as secreções
salivares e lacrimais.
O cloridrato de fenilefrina atua sobre receptores específicos, causando uma vasoconstrição direta, promovendo o descongestionamento nasal e diminuindo a coriza e a rinite.

Farmacocinética

CARACTERÍSTICAS
As ações farmacológicas das substâncias que formam o medicamento, prestam uma cobertura sintomática ampla no tratamento de gripes e resfriados, cuja ação farmacodinâmica e segurança são perfeitamente conhecidas e bem estabelecidas.
O paracetamol possui atividade analgésica e antitérmica. Ambas ocorrem devido a inibição da síntese de prostaglandinas no Sistema Nervoso Central. A ação analgésica ocorre, predominantemente, no Sistema Nervoso Central e, a nível menor, através de ação periférica, bloqueando a geração de impulsos dolorosos. A ação antitérmica, ocorre no centro cerebral regulador da temperatura.
O maleato de clorfeniramina é um agente antihistamínico. Tem ação contrária a da histamina, que ocasiona a maioria dos efeitos alérgicos presentes nos estados gripais. Atua na musculatura lisa do aparelho respiratório diminuindo os broncoespasmos. Diminui a permeabilidade dos pequenos vasos sangüíneos e conseqüentemente os edemas, rubores e pruridos. Tem ação sobre as glândulas exócrinas, diminuindo as secreções
salivares e lacrimais.
O cloridrato de fenilefrina atua sobre receptores específicos, causando uma vasoconstrição direta, promovendo o descongestionamento nasal e diminuindo a coriza e a rinite.

Dizeres legais

Registro M.S. n° 1.0583.0537

Indicado para o tratamento de:

Publicidade

iVademecum © 2016 - 2020.

Politica de Privacidade
Disponible en Google Play