ZOPIX

1109 | Laboratório SIGMA PHARMA

Descrição

Princípio ativo: Olanzapina,
Ação Terapêutica: Antipsicóticos

Composição

Olanzapina.

Apresentação

Comprimido revestido de 2,5mg, 5mg ou 10mg. Embalagem contendo 7, 14, 28, 56, 60 ou 500 cp.
USO ADULTO. USO ORAL.

Indicações

É indicado para o tratamento agudo e de manutenção da esquizofrenia e outras psicoses, nas quais sintomas positivos (ex.: delírios, alucinações, alterações de pensamento, hostilidade e desconfiança) e/ou sintomas negativos (ex.: afeto diminuído, isolamento emocional e social, pobreza de linguagem) são proeminentes.

Dosagem

Esquizofrenia e Transtornos Relacionados em adultos: A dose inicial recomendada de olanzapina é de 10 mg administrada uma vez ao dia. Mania Aguda Associada ao Transtorno Bipolar em adultos: A dose inicial recomendada de olanzapina é de 15 mg administrada uma vez ao dia em monoterapia, ou de 10 mg administrada uma vez ao dia em terapia de combinação. Prevenção de Recorrência do Transtorno Bipolar em adultos: A dose inicial recomendada é de 10 mg/dia.

Contra-indicações

ZOPIX É CONTRAINDICADO NOS PACIENTES COM HIPERSENSIBILIDADE CONHECIDA A QUALQUER INGREDIENTE DO PRODUTO.

Reações Adversas

Em estudos clínicos randomizados, o ganho de peso médio foi maior em pacientes tratados com olanzapina que com placebo. GLICOSE: Nos estudos clínicos em adultos (de até 52 semanas), a olanzapina foi associada a uma alteração média maior na glicose em relação ao placebo. LIPÍDIOS: Nos estudos clínicos de até 12 semanas de duração em adultos, os pacientes tratados com olanzapina tiveram um aumento médio nos níveis de colesterol total, colesterol LDL e triglicérides de jejum, comparado aos pacientes tratados com placebo. PROLACTINA: As concentrações plasmáticas de prolactina foram elevadas em 34% dos pacientes tratados com olanzapina. TRANSAMINASES HEPÁTICAS: Elevações transitórias e assintomáticas das transaminases hepáticas TGP e TGO foram observadas ocasionalmente. EOSINOFILIA: Eosinofilia assintomática foi ocasionalmente observada.

Interação com outros medicamentos

POTENCIAL DE INTERAÇÃO DE OUTRAS DROGAS SOBRE A OLANZAPINA: Doses únicas de um antiácido contendo alumínio e magnésio ou cimetidina não afetaram a biodisponibilidade oral da olanzapina. A fluoxetina causa um aumento médio de 16% na concentração máxima de olanzapina e uma diminuição média de 16% no clearance de olanzapina. A fluvoxamina, resulta num aumento médio no cmáx da olanzapina, após a fluvoxamina. POTENCIAL DE INTERAÇÃO DA OLANZAPINA SOBRE OUTRAS DROGAS:Em estudos clínicos com doses únicas de olanzapina, não foi evidente a inibição do metabolismo de imipramina/desipramina (CYP2D6 OU CYP3A/1A2), varfarina (CYP2C19), teofilina (CYP1A2) ou diazepam (CYP3A4 E CYP2C19). A olanzapina não mostrou interação quando coadministrada com lítio ou com biperideno. Estudos in vitro usando microssomos hepáticos humanos mostraram que a olanzapina tem pequeno potencial de inibir a glucuronidação do valproato, que é sua maior via de metabolização. A absorção da olanzapina não é afetada por alimentos.

Superdose

Os sintomas mais comumente relatados em caso de superdose com olanzapina incluem: taquicardia, agitação/agressividade, disartria, vários sintomas extrapiramidais e redução do nível de consciência, variando de sedação ao coma. Outras sequelas significantes do ponto de vista médico incluem delirium, convulsão, possível síndrome neuroléptica maligna, depressão respiratória, aspiração, hipertensão ou hipotensão, arritmias cardíacas e parada cardiorrespiratória. Tratamento: Não existe antídoto específico para olanzapina. A indução de êmese não é recomendada. Alguns procedimentos padrão podem ser indicados para o tratamento da superdose (isto é, lavagem gástrica, administração de carvão ativado). O tratamento sintomático e a monitoração das funções orgânicas vitais devem ser instituídos de acordo com o quadro clínico, incluindo o tratamento da hipotensão e do colapso circulatório e o suporte da função respiratória.

Dizeres legais

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA. SÓ PODE SER VENDIDO COM RETENÇÃO DA RECEITA
Reg. MS n° 1.3569.0581.

Indicado para o tratamento de:

Publicidade

iVademecum © 2016 - 2019.

Politica de Privacidade
Disponible en Google Play