FLUMAZENIL

4602 | Laboratório EUROFARMA

Descrição

Princípio ativo: Flumazenil,
Ação Terapêutica: Antídotos

Composição

Cada 1mL de solução injetável contém: flumazenil 0,1mg. Excipientes q.s.p. 1mL. Excipientes: EDTA, cloreto de sódio, metilparabeno, propilparabeno, ácido acético glacial e água para injeção.
Devido ao fato deste produto ser de uso restrito a hospital ou ambulatório especializado e manipulado apenas por pessoal treinado, o item informações ao paciente não consta da bula e estas serão fornecidas pelo médico assistente conforme necessário. Cuidados de armazenamento:conservar em temperatura ambiente (entre 15°C e 30°C). Proteger da luz. Prazo de validade: desde que observados os devidos cuidados de conservação, o prazo de validade de Flumazenil é de 24 meses, contados a partir da data de fabricação impressa em sua embalagem externa. NÃO USE MEDICAMENTOS COM O PRAZO DE VALIDADE VENCIDO. TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.

Apresentação

Solução injetável, 0,1mg/mL. Embalagens contendo 5 ampolas com 5mL.

Indicações

FLUMAZENIL está indicado na reversão completa ou parcial dos efeitos sedativos centrais dos benzodiazepínicos. Assim, é usado em anestesia e unidades de terapia intensiva nas seguintes indicações: Em anestesiologia: encerramento de anestesia geral induzida e mantida com benzodiazepinas em pacientes hospitalizados. Neutralização do efeito sedativo dos benzodiazepínicos em procedimentos diagnósticos e terapêuticos de curta duração em pacientes hospitalizados e de ambulatório. Em terapia intensiva e manuseio de inconsciência de origem desconhecida: Diagnóstico e tratamento de superdosagem com benzodiazepinas. Determinar, nos casos de inconsciência de causa desconhecida, se a droga envolvida é uma benzodiazepina. Para neutralizar, especificamente, os efeitos exercidos sobre o sistema nervoso central por doses excessivas de benzodiazepinas (restabelecimento da respiração espontânea e da consciência a fim de evitar a intubação e extubação conseqüentes).

Dosagem

FLUMAZENIL deve ser administrado exclusivamente por via intravenosa por anestesiologista ou médico experiente. FLUMAZENIL pode ser administrado por infusão intravenosa (I.V.) diluído em solução de glicose a 5%, Ringer Lactato ou de cloreto de sódio a 0,9%, concomitantemente com outros procedimentos de reanimação. Se o FLUMAZENIL for aspirado para a seringa ou misturado com qualquer uma das soluções anteriormente citadas, deve ser descartado em 24 horas. A dose deve ser titulada para obter-se o efeito desejado. Em anestesiologia:a dose inicial recomendada é de 0,2mg administrada por via intravenosa (I.V.) em 15 segundos. Se o grau desejado de consciência não é obtido em 60 segundos, uma segunda dose (0,1mg) pode ser administrada. Doses subseqüentes (0,1mg) podem ser repetidas a intervalos de 60 segundos, se necessário, até a dose total de 1mg. A dose usual é de 0,3-0,6mg, mas a necessidade individual pode variar, dependendo da dose e duração dos efeitos do benzodiazepínico administrado e das características do paciente. A administração do FLUMAZENIL em pacientes tratados durante várias semanas com benzodiazepinas deve ser lenta pois podem surgir sintomas de retirada. Em casos de surgimento desses sintomas, deve-se administrar diazepam ou midazolam por via intravenosa, lentamente, titulando-se a dose de acordo com a resposta do paciente. Em unidade de terapia intensiva ou abordagem de inconsciência de causa desconhecida: a dose inicial recomendada é de 0,3mg intravenosa (I.V.). Se o grau desejado de consciência não é obtido em 60 segundos, doses subseqüentes de FLUMAZENIL podem ser administradas até o paciente ficar desperto ou até a dose de 2mg. Se a sonolência retorna, tem se mostrado útil infusão de 0,1-0,4mg/hora. A velocidade de infusão deve ser ajustada individualmente até o desejável nível de despertar. Caso uma melhora significativa no estado de consciência e na função respiratória não é obtida após doses repetidas de FLUMAZENIL, deve-se pensar numa etiologia não benzodiazepínica. Em unidade de tratamento intensivo, não se observaram sintomas de retirada quando o FLUMAZENIL foi administrado lentamente a pacientes tratados durante várias semanas com elevadas doses de benzodiazepinas. Se ocorrer sintomas inesperados, deve-se titular cuidadosamente diazepam ou midazolam de acordo com a resposta do paciente. Crianças com idade superior a 1 ano: para reversão da sedação consciente induzida por benzodiazepínicos em crianças com idade superior a 1 ano, a dose inicial recomendada é de 0,01mg/kg (até 0,2mg) com administração intravenosa em 15 segundos. Se o grau de consciência desejado não for obtido após 45 segundos, nova dose de 0,01mg/kg (até 0,2mg) pode ser administrada e repetida em intervalos de 60 segundos (até no máximo 4 vezes mais) ou até dose total máxima de 0,05mg/kg, ou 1mg, aquela que for menor. A dose deve ser individualizada baseada na resposta do paciente.

Contra-indicações

O USO DESTE MEDICAMENTO É CONTRA-INDICADO EM CASOS DE HIPERSENSIBILIDADE CONHECIDA AO FLUMAZENIL E/OU A QUALQUER COMPONENTE DA FORMULAÇÃO, OU EM PACIENTES QUE RECEBEM BENZODIAZEPÍNICOS PARA CONTROLE DE CONDIÇÕES QUE POTENCIALMENTE REPRESENTEM RISCO DE VIDA (EX: CONTROLE DE PRESSÃO INTRA-CRANIANA OU CONTROLE DO ESTADO EPILÉPTICO).

Reações Adversas

O FLUMAZENIL É BEM TOLERADO EM ADULTOS E CRIANÇAS. EM ADULTOS É BEM TOLERADO MESMO QUANDO EXCEDE A DOSE RECOMENDADA. QUEIXAS DE ANSIEDADE, PALPITAÇÕES E MEDO FORAM OBSERVADAS APÓS INJEÇÃO RÁPIDA DE FLUMAZENIL. ESTES EFEITOS INDESEJÁVEIS GERALMENTE NÃO NECESSITAM DE TRATAMENTO ESPECÍFICO. HÁ RELATOS DE CRISE CONVULSIVA EM PACIENTES EPILÉPTICOS OU COM SEVERO PREJUÍZO DA FUNÇÃO HEPÁTICA, PARTICULARMENTE APÓS LONGO PERÍODO DE TRATAMENTO COM BENZODIAZEPÍNICOS OU EM CASO DE INTOXICAÇÕES MISTAS. EM CASO DE INTOXICAÇÃO MISTA, PRINCIPALMENTE COM ANTIDEPRESSIVO CÍCLICO, EFEITOS TÓXICOS (COMO CONVULSÕES E ARRITMIA CARDÍACA) PODEM SURGIR NA REVERSÃO DOS EFEITOS DOS BENZODIAZEPÍNICOS PELO FLUMAZENIL. SINTOMAS DE SÍNDROME DE RETIRADA PODEM OCORRER APÓS INJEÇÃO RÁPIDA DE FLUMAZENIL EM PACIENTES SUBMETIDOS A LONGOS TRATAMENTOS COM BENZODIAZEPÍNICOS NAS SEMANAS ANTERIORES. HÁ CASOS DE ATAQUE DE PÂNICO COM O USO DE FLUMAZENIL EM PACIENTES COM HISTÓRICO DE SÍNDROME DO PÂNICO. EM ALGUNS CASOS FORAM RELATADAS OCORRÊNCIAS DE NÁUSEA E/OU VÔMITOS DURANTE O USO EM ANESTESIOLOGIA. NENHUMA ALTERAÇÃO DE FUNÇÃO HEPÁTICA OU RENAL FOI OBSERVADA.

Interação com outros medicamentos

FLUMAZENIL BLOQUEIA OS EFEITOS CENTRAIS DAS BENZODIAZEPINAS POR INTERAÇÃO COMPETITIVA AO NÍVEL DE RECEPTOR. OS EFEITOS DE AGONISTAS NÃO BENZODIAZEPÍNICOS, TAIS COMO O ZOPICLONA, TRIAZOLOPIRIDAZINAS E OUTROS, SÃO IGUALMENTE BLOQUEADOS PELO FLUMAZENIL. NÃO FORAM OBSERVADAS INTERAÇÕES COM OUTROS DEPRESSORES DO SISTEMA NERVOSO CENTRAL (SNC). A FARMACOCINÉTICA DOS AGONISTAS BENZODIAZEPÍNICOS PERMANECE INALTERADA EM PRESENÇA DO FLUMAZENIL E VICE-VERSA. NÃO HÁ INTERAÇÃO FARMACOCINÉTICA ENTRE FLUMAZENIL E ETANOL, MIDAZOLAM OU DIAZEPAM.

Superdose

Mesmo quando administrado em doses de até 100mg não foram observados sintomas de superdosagem. Quanto aos sintomas de retirada atribuídos ao agonista (vide item Posologia e Administração). Atenção: Quando usado em anestesiologia ao final da cirurgia, FLUMAZENIL não deve ser administrado antes do desaparecimento do efeito miorrelaxante periférico.

Informação técnica

Características:o FLUMAZENIL imidazo-benzodiazepina é um antagonista benzodiazepínico que bloqueia especificamente, por inibição competitiva, os efeitos centrais das substâncias que agem ao nível dos receptores benzodiazepínicos. FLUMAZENIL não influenciou em experimentação animal, os efeitos de substâncias que não demonstram afinidades pelos receptores benzodiazepínicos como por exemplo, barbitúricos, etanol, meprobamato, GABA-miméticos e agonistas de receptores de adenosina. Entretanto, são bloqueados os efeitos de agonistas não benzodiazepínicos dos receptores benzodiazepínicos, tais como as ciclopirrolonas (zopiclona, por exemplo) e as triazolopiridazinas. Os efeitos hipnótico, sedativo e de inibição psicomotora dos benzodiazepínicos são rapidamente neutralizados após administração intravenosa (1-2 minutos) de FLUMAZENIL. Esses efeitos podem reaparecer em poucas horas, dependendo da meia-vida das substâncias benzodiazepínicas utilizadas e da relação existente entre as doses de agonista e antagonista administradas. O FLUMAZENIL é bem tolerado mesmo em doses elevadas. Estudos toxicológicos em animais demonstraram que FLUMAZENIL apresenta baixa toxicidade sendo desprovido de atividade mutagênica. O FLUMAZENIL pode apresentar uma fraca atividade agonista intrínseca, como por exemplo, atividade anticonvulsivante. Em animais tratados com elevadas doses de benzodiazepínicos, por várias semanas, o FLUMAZENIL produziu sintomas de retirada. Efeito similar foi observado em humanos adultos. Farmacocinética: a farmacocinética do FLUMAZENIL é dose-dependente até 100mg. Distribuição: FLUMAZENIL, base fraca lipofílica, apresenta taxa de ligação às proteínas plasmáticas na ordem de 50%. Cerca de dois terços ligam-se à albumina. FLUMAZENIL é extensivamente distribuído no espaço extravascular. A concentração plasmática de FLUMAZENIL, durante a fase de distribuição, decresce com a meia-vida de 4-11 min. O volume de distribuição no estado de equilíbrio é de 0,9-1,1 litros/kg. Metabolismo: FLUMAZENIL é extensivamente metabolizado no fígado. O ácido carboxílico é seu principal metabólito no plasma (forma livre) e na urina (forma livre e seu glucuronato). Este metabólito não apresenta atividade agonista nem antagonista de benzodiazepínicos nos testes farmacológicos. Eliminação: FLUMAZENIL é eliminado quase que completamente (99%) por via extra-renal. Praticamente não ocorre excreção de FLUMAZENIL inalterado na urina, sugerindo degradação completa da droga. A eliminação da droga marcada por radioatividade é essencialmente completa dentro de 72 horas, com 90-95% da radioatividade aparecendo na urina e 5-10% nas fezes. A eliminação é rápida como mostra sua baixa meia-vida 40-80 min. O clearance plasmático total do FLUMAZENIL é 0,8-1,0 litros/h/kg e pode ser atribuído quase inteiramente ao clearance hepático. O baixo índice de clearance renal sugere uma reabsorção eficaz da droga após filtração glomerular. Administração de alimentos durante uma infusão intravenosa de FLUMAZENIL resultou em aumento de 50% do clearance, principalmente devido ao incremento do fluxo sangüíneo hepático que acompanha a refeição Farmacocinética em populações especiais: em indivíduos com função hepática prejudicada, a meia-vida de eliminação do FLUMAZENIL é maior e o clearance sangüíneo total é menor do que em indivíduos sadios. A farmacocinética da droga não é significantemente afetada nos idosos, por sexo, em pacientes em hemodiálise, ou falência renal. A meia-vida de eliminação em crianças acima de 1 ano de vida é mais variável que em adultos, em média 40 min e geralmente variando entre 20-75 min. O clearance e volume de distribuição, normatizado por peso corpóreo, são os mesmos que os de adultos.

Farmacocinética

Características:o FLUMAZENIL imidazo-benzodiazepina é um antagonista benzodiazepínico que bloqueia especificamente, por inibição competitiva, os efeitos centrais das substâncias que agem ao nível dos receptores benzodiazepínicos. FLUMAZENIL não influenciou em experimentação animal, os efeitos de substâncias que não demonstram afinidades pelos receptores benzodiazepínicos como por exemplo, barbitúricos, etanol, meprobamato, GABA-miméticos e agonistas de receptores de adenosina. Entretanto, são bloqueados os efeitos de agonistas não benzodiazepínicos dos receptores benzodiazepínicos, tais como as ciclopirrolonas (zopiclona, por exemplo) e as triazolopiridazinas. Os efeitos hipnótico, sedativo e de inibição psicomotora dos benzodiazepínicos são rapidamente neutralizados após administração intravenosa (1-2 minutos) de FLUMAZENIL. Esses efeitos podem reaparecer em poucas horas, dependendo da meia-vida das substâncias benzodiazepínicas utilizadas e da relação existente entre as doses de agonista e antagonista administradas. O FLUMAZENIL é bem tolerado mesmo em doses elevadas. Estudos toxicológicos em animais demonstraram que FLUMAZENIL apresenta baixa toxicidade sendo desprovido de atividade mutagênica. O FLUMAZENIL pode apresentar uma fraca atividade agonista intrínseca, como por exemplo, atividade anticonvulsivante. Em animais tratados com elevadas doses de benzodiazepínicos, por várias semanas, o FLUMAZENIL produziu sintomas de retirada. Efeito similar foi observado em humanos adultos. Farmacocinética: a farmacocinética do FLUMAZENIL é dose-dependente até 100mg. Distribuição: FLUMAZENIL, base fraca lipofílica, apresenta taxa de ligação às proteínas plasmáticas na ordem de 50%. Cerca de dois terços ligam-se à albumina. FLUMAZENIL é extensivamente distribuído no espaço extravascular. A concentração plasmática de FLUMAZENIL, durante a fase de distribuição, decresce com a meia-vida de 4-11 min. O volume de distribuição no estado de equilíbrio é de 0,9-1,1 litros/kg. Metabolismo: FLUMAZENIL é extensivamente metabolizado no fígado. O ácido carboxílico é seu principal metabólito no plasma (forma livre) e na urina (forma livre e seu glucuronato). Este metabólito não apresenta atividade agonista nem antagonista de benzodiazepínicos nos testes farmacológicos. Eliminação: FLUMAZENIL é eliminado quase que completamente (99%) por via extra-renal. Praticamente não ocorre excreção de FLUMAZENIL inalterado na urina, sugerindo degradação completa da droga. A eliminação da droga marcada por radioatividade é essencialmente completa dentro de 72 horas, com 90-95% da radioatividade aparecendo na urina e 5-10% nas fezes. A eliminação é rápida como mostra sua baixa meia-vida 40-80 min. O clearance plasmático total do FLUMAZENIL é 0,8-1,0 litros/h/kg e pode ser atribuído quase inteiramente ao clearance hepático. O baixo índice de clearance renal sugere uma reabsorção eficaz da droga após filtração glomerular. Administração de alimentos durante uma infusão intravenosa de FLUMAZENIL resultou em aumento de 50% do clearance, principalmente devido ao incremento do fluxo sangüíneo hepático que acompanha a refeição Farmacocinética em populações especiais: em indivíduos com função hepática prejudicada, a meia-vida de eliminação do FLUMAZENIL é maior e o clearance sangüíneo total é menor do que em indivíduos sadios. A farmacocinética da droga não é significantemente afetada nos idosos, por sexo, em pacientes em hemodiálise, ou falência renal. A meia-vida de eliminação em crianças acima de 1 ano de vida é mais variável que em adultos, em média 40 min e geralmente variando entre 20-75 min. O clearance e volume de distribuição, normatizado por peso corpóreo, são os mesmos que os de adultos.

Indicado para o tratamento de:

Publicidade

iVademecum © 2016 - 2019.

Politica de Privacidade
Disponible en Google Play