FLUTINOL

3080 | Laboratório LATINOFARMA

Descrição

Princípio ativo: Fluormetolona,
Ação Terapêutica: Corticoides oftálmicos

Composição

Cada mL contém: acetato de fluormetolona1 mg; Veículo estéril q.s.p. 1 mL. Componentes não Ativos:fosfato de sódio monobásico, cloreto de sódio, edetato dissódico, tiloxapol, hidroxietilcelulose, cloreto de benzalcônio e água purificada.

Apresentação

Colírio: embalagem com 1 frasco plástico conta-gotas contendo 5 mL de suspensão estéril.
USO ADULTO.

Indicações

Para o tratamento de condições alérgicas e inflamatórias da conjuntiva palpebral e bulbar, córnea e segmento anterior do olho que respondem aos esteróides.

Dosagem

Agite bem antes de usar. Instilar 1 ou 2 gotas no saco conjuntival do olho afetado 4 vezes por dia. Durante as primeiras 24 a 48 horas a dosagem pode ser aumentada para 2 gotas a cada 2 horas. Caso não ocorra melhora após duas semanas, consultar o médico. Deve-se tomar cuidado para não interromper o tratamento prematuramente.
Uso Geriátrico:FLUTINOL (acetato de fluormetolona) suspensão oftálmica pode ser usado por pessoas acima de 65 anos de idade, desde que observadas as precauções comuns ao produto.

Contra-indicações

Ceratite superficial aguda por herpes simples, vaccinia, varicela e muitas outras doenças virais da córnea e conjuntiva. Doenças micóticas. Tuberculose ocular. Infecções purulentas agudas não tratadas, que, como outras doenças causadas por micro-organismos, podem ser mascaradas ou exacerbadas pela presença do esteróide. Nas pessoas que apresentem hipersensibilidade aos componentes da fórmula.

Reações Adversas

Glaucoma com lesão no nervo óptico, defeitos na acuidade visual e nos campos visuais, formação de catarata, infecção ocular secundária após supressão da resposta do hospedeiro e perfuração do globo ocular.

Precauções

Como existe uma certa predisposição para o desenvolvimento de infecções corneanas micóticas concomitante ao tratamento prolongado com esteróide tópico, deve-se considerar a invasão fúngica em qualquer tipo de ulceração corneana persistente, onde se usou ou se esteja usando um esteróide.
ADVERTÊNCIAS:
Exclusivamente para uso tópico. O produto não deve ser injetado. O emprego desta medicação esteróide no tratamento de infecções por herpes simples exige grande cautela. O uso prolongado pode resultar em glaucoma, lesão no nervo óptico, defeitos na acuidade visual e nos campos visuais, formação de catarata, e/ou pode ajudar na instalação de infecções oculares secundárias por patógenos, devidas à supressão da resposta do hospedeiro. Infecções purulentas agudas do olho podem ser mascaradas ou exacerbadas pela presença da medicação esteróide. Nas doenças que causam o adelgaçamento da córnea ou esclera, são conhecidos casos de perfuração com uso crônico de esteróides tópicos. É aconselhável controlar a pressão intraocular com frequência.
Uso na Gravidez e Lactação:Não foi estabelecida a segurança do uso de esteróides tópicos durante a gravidez. FLUTINOL (acetato de fluormetolona) suspensão oftálmica deve ser prescrito a mulheres grávidas somente se o seu uso for indispensável. Não se sabe se o acetato de fluormetolona é excretado no leite materno. Deve-se ter cautela ao se administrar FLUTINOL (acetato de fluormetolona) suspensão oftálmica à mãe lactante.
Uso em Crianças:A segurança e eficácia de FLUTINOL (acetato de fluormetolona) suspensão oftálmica em crianças não foram estabelecidas.

Interação com outros medicamentos

O uso concomitante de medicamentos antiglaucoma pode aumentar a pressão intraocular e diminuir a eficácia destes; com anticolinérgicos, especialmente atropina e derivados, aumenta o risco de pressão intraocular; com lentes de contato pode aumentar o risco de infecções oportunistas.

Informação técnica

A fluormetolona é um corticosteróide fluorado. Difunde-se através da membrana celular e complexa-se com receptores citoplasmáticos específicos; estes complexos penetram no núcleo celular, ligam-se ao ADN e estimulam a transcrição do ARNm (ARN-mensageiro) e posterior síntese de enzima, responsáveis pelos efeitos anti-inflamatórios dos adrenocorticóides oftálmicos nos olhos. Os adrenocorticóides diminuem as exsudações celular e fibrinosa, a infiltração tecidual, inibem as atividades formadoras de colágeno e fibroblastos, retardam a regeneração epitelial, diminuem a neovascularização pós-inflamatória e reduzem, a níveis normais, a permeabilidade vascular de capilares inflamados. A fluormetolona é absorvida pelo humor aquoso, córnea, íris, coróide, corpo ciliar e retina. A absorção sistêmica ocorre, mas a quantidade é desprezível.

Farmacocinética

A fluormetolona é um corticosteróide fluorado. Difunde-se através da membrana celular e complexa-se com receptores citoplasmáticos específicos; estes complexos penetram no núcleo celular, ligam-se ao ADN e estimulam a transcrição do ARNm (ARN-mensageiro) e posterior síntese de enzima, responsáveis pelos efeitos anti-inflamatórios dos adrenocorticóides oftálmicos nos olhos. Os adrenocorticóides diminuem as exsudações celular e fibrinosa, a infiltração tecidual, inibem as atividades formadoras de colágeno e fibroblastos, retardam a regeneração epitelial, diminuem a neovascularização pós-inflamatória e reduzem, a níveis normais, a permeabilidade vascular de capilares inflamados. A fluormetolona é absorvida pelo humor aquoso, córnea, íris, coróide, corpo ciliar e retina. A absorção sistêmica ocorre, mas a quantidade é desprezível.

Dizeres legais

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA
MS n° 1.1725.0028.001-1

Indicado para o tratamento de:

Publicidade

Outros medicamentos LATINOFARMA

iVademecum © 2016 - 2019.

Politica de Privacidade
Disponible en Google Play