ALREX

2723 | Laboratório BAUSCH & LOMB

Descrição

Princípio ativo: Loteprednol,
Ação Terapêutica: Corticoides oftálmicos

Composição

Cada 1 mL de produto contém: 2,0 mg de etabonato de loteprednol. Excipientes: edetato dissódico diidratado, glicerina, povidona, tiloxapol, cloreto de benzalcônio, água purificada, hidróxido de sódio e ácido clorídrico. Cada mL equivale a 30 gotas.

Apresentação

Suspensão estéril para uso oftálmico em frasco gotejador contendo 5 mL.
Uso tópico ocular
USO ADULTO

Indicações

ALREX® é indicado para o alívio temporário dos sinais e sintomas da conjuntivite alérgica sazonal.

Dosagem

Modo de uso e cuidados de conservação
Agite vigorosamente antes de usar.
Manter ALREX® ao abrigo da luz e da umidade. Armazenar na posição vertical. Conservar a temperatura ambiente (abaixo de 25°C). Não congelar.
Evitar tocar a ponta do frasco gotejador, para reduzir o risco de contaminação do produto.
Não utilizar caso o lacre do frasco não esteja intacto.
Este medicamento, depois de aberto, somente poderá ser consumido em 28 dias.
Posologia
Salvo prescrição contrária, aplicar 1 (uma) gota de ALREX® no saco conjuntival, 4 (quatro) vezes ao dia.

Contra-indicações

ALREX®, assim como outros corticosteróides oftálmicos, está contra-indicado na maioria das enfermidades virais da córnea e conjuntiva, incluindo ceratite epitelial por herpes simples (ceratite dendrítica), vacínia e varicela, e também em infecções oculares por micobactérias e doenças micóticas das estruturas oculares. Hipersensibilidade aos componentes da fórmula.

Reações Adversas

As reações relacionadas ao uso de esteróides oftálmicos incluem a elevação da pressão intraocular, associada ou não com lesão do nervo óptico, diminuição ou perda da acuidade e do campo visual, formação de catarata subcapsular posterior, infecção ocular secundária por patógenos, incluindo herpes simples, e perfuração do globo ocular quando há afilamento da córnea e/ou esclera.
Reações adversas oculares ocorrem em 5 a 15% dos pacientes tratados com suspensão oftálmica de etabonato de loteprednol (0,2% e 0,5%) em estudos clínicos incluindo embaçamento e visão anormal, queimação na instilação, quemoses, secreção, olho seco, epífora, sensação de corpo estranho, prurido, injeção e fotofobia. Outras reações adversas oculares ocorreram em 5% dos pacientes e incluíram conjuntivite, anormalidades corneanas, eritema das pálpebras, ceratoconjuntivite, irritação/dor/desconforto ocular, papilar e uveíte.
Reações adversas não oculares ocorreram em menos de 15% dos pacientes, e incluíram cefaléia, rinite e faringite.

Resultados de eficácia

Conjuntivite alérgica sazonal: Um estudo clínico controlado com placebo demonstrou que ALREX® foi efetivo na redução dos sinais e sintomas da conjuntivite alérgica durante os períodos de pico de exposição ao pólen.

Interação com outros medicamentos

Não são conhecidas no uso indicado (tópico ocular).

Superdose

Nenhum caso de superdosagem tem sido relatado para etabonato de loteprednol suspensão para uso oftálmico.

Dizeres legais

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA.
Reg. MS. - 1.1961.0005

Indicado para o tratamento de:

Publicidade

iVademecum © 2016 - 2020.

Politica de Privacidade
Disponible en Google Play